PUBLICIDADE
Notícias

Momentos de fé e reflexão terão espaço no FVA

Festival Vida&Arte abre espaço para momentos de fé e reflexão em palestras e lançamentos de livros

08:21 | 18/06/2018
NULL
NULL
[FOTO1]

A multiculturalidade do Festival Vida&Arte (FVA) ultrapassa os limites das linguagens artísticas e chega viva e pulsante à espiritualidade. Desse modo, o evento agrega falas e vivências de gente cuja crença escapa ao tangível. É o caso da escritora Eulália Bueno, fundadora do Lar Espírita Caminho do Cristo em Santos (SP). Com nove livros publicados, a portuguesa que escolheu o Brasil como casa realiza duas palestras no festival que vai movimentar o Centro de Eventos de quinta, 21, a domingo, 24 de junho. Além disso, Eulália relança o livro A Moura, com sessão de autógrafos na sexta-feira, às 21 horas, na sala Bezerra de Menezes.


“Independente da religião, todos nós acreditamos que temos uma finalidade na terra, algo pelo qual lutamos. E muitas vezes sofremos desnecessariamente para atingir alguns objetivos, nos sacrificamos por algo que perderemos mais cedo ou mais tarde”, reflete a médium e oradora espírita a respeito da palestra “Desapegar para não sofrer”, que ocorre às 19h30min da sexta-feira na Estação Demócrito Dummar. “Nos desgastamos pela posse e vamos ficando insatisfeitos por dentro, mergulhando em sombra”, reflete. “Na base da palestra está a construção de um mundo interior mais firme”.


Já a fala com o tema “Floresça onde está plantado” acontece no sábado, 23, às 10h30min, também na Estação Demócrito Dummar. “É comum o pensamento ‘se eu tivesse uma condição econômica melhor faria muito mais coisas’, estamos sempre condicionando a uma situação externa. Acontece que as situações que estão ao nosso redor são nossos verdadeiros desafios”, analisa Eulália. Para a escritora, o movimento de elucubrar acaba servindo como escape. “Não adianta morar em outro lugar, ter dinheiro ou desejar outra família, sempre acreditando que naquilo que eu não tenho é que está minha felicidade. Tenho que superar os desafios que têm dentro de mim e florescer na conjuntura que eu estiver”, aponta.


O FVA recebe também o escritor Alexandre Caldini Neto, autor do best-seller A morte na visão do espiritismo. O autor paulista realiza duas palestra durante a programação do evento. A primeira delas é “Respeito: é bom, você gosta... Mas os outros também”, que ocorre às 20 horas da sexta-feira, na Sala Verde. “(A palestra) fala da relação com o outro a partir do respeito. Todo mundo quer ser respeitado, mas o que está fazendo por isso?”, questiona, ponderando ser a forma como construímos nossas relações interpessoais os grandes espelhos para a forma como o mundo nos devolve.


O outro momento de Caldini no evento é a palestra “Felicidade: onde é que eu compro uma?” no sábado, 23, às 16h30min, na Sala Verde. “Todo mundo busca essa felicidade, por mais que não fale e, a partir dessa busca, eu faço a brincadeira: será que dá para comprar?”, provoca o autor.


O professor, escritor e orador espírita Nilton Sousa também integra o maior evento multicultural do País. Para o presidente do Lar de Clara, de Fortaleza, ter parte da programação voltada à espiritualidade é de suma importância num evento como esse. “É divulgação, aproximação com quem está em busca de autoconhecimento”, pondera, destacando ser a “essência espiritual” um movimento de busca comum a muitos.


No sábado, às 18h30min, Nilton realiza a ação “Leitura: cartas da imortalidade, os espíritos escrevem aos seus familiares”, na estação Demócrito Dummar. No domingo é a vez da palestra “Desvendando o ser, o destino e a dor”, às 16h30min também na Estação. Já às 18 horas, o médium relança o livro Cartas da Imortalidade, na Sala Bezerra de Menezes.


ESTANTE DOS AUTORES


PAIXÃO


O romance ambientado no ano 710 da Era Cristã, em solo africano, no prenúncio da invasão dos Mouros à Península Ibérica.


LUTO


Uma reflexão sobre como a morte deve ser encarada, para que se possa lidar melhor com a partida daqueles que amamos.


FAMÍLIA


O livro reúne cartas psicografadas que trazem mensagem de esperança sobre a transposição da morte física e dos muitos caminhos da alma.

 

SERVIÇO


Festival Vida&Arte


Quando: 21 a 24 de junho


Onde: Centro de Eventos do Ceará (Av. Washington Soares, 999)


Quanto R$ 20 (inteira); R$ 10 (meia) — válido para toda a programação do dia no evento (o acesso às atrações está sujeito à lotação dos espaços onde elas se apresentarão) Ingressos à venda no site www.festivalvidaearte.com.br, na portaria do Jornal O POVO (Av. Aguanambi, 282 — José Bonifácio) e nas lojas JEF dos shoppings RioMar e Iguatemi


Programação completa: www.festivalvidaearte.com.br 

TAGS