PUBLICIDADE
Notícias

Emoção e força na entrega do Troféu Vida&Arte

Renato Aragão, Elza Soares, Evaldo Gouveia, Fausto Nilo e Paulo Bonavides foram os homenageados

00:41 | 22/06/2018
NULL
NULL

Cinco personalidades receberam o Troféu Vida&Arte na noite desta quinta-feira, 21. A solenidade aconteceu na noite de abertura do Festival Vida&Arte, que segue até domingo, 24, no Centro de Eventos do Ceará, com mais de 600 atrações.

 

[FOTO6] 

 

A cantora Elza Soares; o cantor, compositor e violonista Evaldo Gouveia; o arquiteto e compositor Fausto Nilo; o jurista Paulo Bonavides; e o ator Renato Aragão receberam a homenagem no palco Rachel de Queiroz.

 

A entrega dos troféus aconteceu logo após a festa de lançamento da nova edição do Anuário do Ceará. Leia mais clicando aqui.

 

"A escolha (dos homenageados) foi pelo conjunto da obra e pelas ligações afetivas que eles têm com as bandeiras que o O POVO e a Fundação Demócrito Rocha defendem", explicou o coordenador geral do FVA, Cliff Villar.

 

A presidente do Grupo de Comunicação O POVO, jornalista Luciana Dummar, discursou para as autoridades e o público presentes. "O Festival Vida&Arte é esta síntese: tudo ao mesmo tempo agora. E tudo para dar múltiplas opções a quem vier. A multiculturalidade do Festival se apresenta na beleza das manifestações populares, nos diversos espetáculos musicais, na literatura, na gastronomia, na moda, nas artes visuais, no teatro, na cultura pop, na elevação espiritual", elencou. 

 

Elza Soares

"Precisamos agitar esse País. Viva as mulheres! Deus é mãe!", disse a cantora, contente e grata. Ela recebeu o troféu das mãos de Ana Naddaf, diretora-executiva da Redação do O POVO.

[FOTO1] 

[SAIBAMAIS]Eleita pela Rádio BBC de Londres como cantora do milênio, Elza Soares começou sua carreira no início da década de 1950 — depois de enfrentar infância e adolescência difíceis na favela da Moça Bonita, no Rio de Janeiro. Em 55 anos de trajetória, transitou entre ritmos e estilos (MPB, samba, bossa nova, art rock, samba jazz) e se tornou conhecida pela força de sua voz e pela intensidade de sua interpretação.

 

Renato Aragão 

Tributo prestado por crianças emocionou o ator, humorista, apresentador e diretor Renato Aragão. Foram músicas que marcaram a carreira de Renato, o Didi, desde Os Trapalhões. "É um momento muito especial receber este prêmio aqui no Ceará, minha terra", declarou.

[FOTO2] 

Uma das personalidades mais conhecidas da TV brasileira, Renato Aragão ficou nacionalmente conhecido pela personagem Didi Mocó, protagonista de Os Trapalhões, uma das franquias de maior êxito no universo cultural do Brasil. Na televisão desde a década de 1960, Renato tornou-se a principal voz do projeto Criança Esperança e também protagonizou cerca de 50 filmes que se tornaram líderes de bilheteria. AQ ser homenageado em seu estado natal, ele salientou o papel do Ceará como origem de seu trabalho criativo. "Aqui a arteq entrou na minha vida e assumiu o cqontrole".

 

Paulo Bonavides  

Maqis importante constitucionalista brasileiro vivo,Paulo Bonavides recebeu o troféu das mãos de André Filipe Dummar, tataraneto do seu amigo Demócrito Rocha, fundaqdor do O POVO.

[FOTO3] 

Professor emérito da Universidade Federal do Ceará, Bonavides tornou-se um dos constitucionalistas mais respeitados do País. De grande influência na construção do pensamento jurídico do Brasil, recebeu inúmeros reconhecimentos durante sua trajetória. É doutor honoris causa pela Universidade de Lisboa, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Universidad Nacional de Córdoba, Universidad Inca Garcilaso de la Vega e Unifor.

 

Evaldo Gouveia 

Evaldo discursou após número musical de Altemar Dutra Júnior, que entregou o troféu. 

[FOTO4]

Natural de Iguatu, no interior do Ceará, Evaldo Gouveia começou a tocar violão no fim da década de 1940. Depois de conseguir um contrato em uma rádio de Fortaleza, assumiu programas em rádios do Rio de Janeiro e de São Paulo. Compôs canções imortalizadas nas vozes de grandes intérpretes da música brasileira, como Nelson Gonçalves, Nora Ney, Agnaldo Rayol, Moacyr Franco, Cauby Peixoto e Ana Carolina.

 

Fausto Nilo

Arquiteto e compositor, Fausto recebeu o prêmio das mãos do jornalista Ivonilo Praciano.

[FOTO5]

Vencedor de dois Prêmios Sharp na categoria de Melhor Música Popular, em 1987 e 1995, Fausto Nilo é natural de Quixeramobim, no interior do Ceará. Como arquiteto, foi responsável pelo projeto do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, inaugurado em abril de 1999. Como compositor, criou canções gravadas por artistas como Ednardo, Fagner, Gal Costa, Ney Matogrosso, Chico Buarque, Simone e Geraldo Azevedo.

 

Troféu 

A imagem de um jornal sendo folheado serviu de inspiração para o artista plástico José Nascimento na concepção do troféu.

 

A escultura tem base em mármore e fios de cobre que formam a representação de dez páginas de jornal em sobreposição, como se estivessem sendo folheadas. Segundo o artista, a peça também realça a necessidade de um pensamento de sustentabilidade.

 

O Festival Vida&Arte celebra os 90 anos do O POVO e ocorre entre os dias 21 e 24 deste mês, no Centro de Eventos do Ceará. Com mais de 600 atrações de diversas linguagens em sua programação. Música, literatura, artes visuais, cinema, fotografia, circo, moda, infantil, espiritualidade, cultura pop e muitas outras vertentes da criação artística estão contempladas. Confira a programação completa no site festivalvidaearte.com.br

 

TAGS