PUBLICIDADE
Festival Vida & Arte
Festival

Cinco personalidades receberão o troféu Vida&Arte

Cerimônia de abertura do evento, dia 21, terá como ponto alto a entrega do troféu Vida&Arte a cinco personalidades

11:12 | 13/06/2018

Foto: Divulgação
 

A imagem de um jornal sendo folheado serviu de inspiração para o artista plástico José Nascimento na concepção de troféu que homenageará cinco personalidades durante o Festival Vida&Arte. São nomes que, em seus respectivos espaços de atuação, transformaram o modo como encaramos a cultura e sua forma de refletir a cidade.

A cantora e compositora Elza Soares, cantor, compositor e violonista Evaldo Gouveia, o arquiteto Fausto Nilo, o jurista Paulo Bonavides e o ator Renato Aragão receberão a homenagem em solenidade realizada na noite de abertura do Festival Vida&Arte, dia 21, às 20h30min, no Palco Rachel de Queiroz. A entrega dos troféus acontecerá logo após a festa de lançamento da nova edição do Anuário do Ceará.

“Foi uma honra ter sido convidado a fazer esse troféu para pessoas dessa importância. Estou rindo à toa”, conta Nascimento, pintor e escultor com formação em edificações pela Escola Técnica Federal do Ceará (atual IFCE) e em arquitetura e urbanismo pela Universidade Federal do Ceará (UFC).

O artista começou sua produção nos anos de universidade e chegou a expor em encontros de estudantes de Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro e outras capitais. Como arquiteto, assinou ambientes em várias edições da Casa Cor Ceará e produziu esculturas que foram utilizadas em outros espaços.

O troféu confeccionado por Nascimento tem base em mármore e fios de cobre que formam a representação de dez páginas de jornal em sobreposição, como se estivessem sendo folheadas. Segundo o artista, a peça também realça a necessidade de um pensamento de sustentabilidade.

O Festival Vida&Arte celebra os 90 anos do O POVO e acontecerá entre os dias 21 e 24 deste mês, no Centro de Eventos do Ceará. Com mais de 600 atrações de diversas linguagens em sua programação. Música, literatura, artes visuais, cinema, fotografia, circo, moda, infantil, espiritualidade, cultura pop e muitas outras vertentes da criação artística estarão contempladas. Confira a programação completa do site festivalvidaearte.com.br.

No quadro abaixo, veja um breve perfil dos homenageados no Festival com o Troféu Vida&Arte.

Leia mais no caderno especial encartado na edição de hoje

 

CONHEÇA OS HOMENAGEADOS

ELZA SOARES

CANTORA E COMPOSITORA

Eleita pela Rádio BBC de Londres como cantora do milênio, Elza Soares começou sua carreira no início da década de 1950 — depois de enfrentar infância e adolescência difíceis na favela da Moça Bonita, no Rio de Janeiro. Em 55 anos de trajetória, transitou entre ritmos e estilos (MPB, samba, bossa nova, art rock, samba jazz) e se tornou conhecida pela força de sua voz e pela intensidade de sua interpretação.

 

EVALDO GOUVEIA

CANTOR, COMPOSITOR E VIOLONISTA

Natural de Iguatu, no interior do Ceará, Evaldo Gouveia começou a tocar violão no fim da década de 1940. Depois de conseguir um contrato em uma rádio de Fortaleza, assumiu programas em rádios do Rio de Janeiro e de São Paulo. Compôs canções imortalizadas nas vozes de grandes intérpretes da música brasileira, como Nelson Gonçalves, Nora Ney, Agnaldo Rayol, Moacyr Franco, Cauby Peixoto e Ana Carolina.

 

FAUSTO NILO

COMPOSITOR, ARQUITETO E POETA

Vencedor de dois Prêmios Sharp na categoria de Melhor Música Popular, em 1987 e 1995, Fausto Nilo é natural de Quixeramobim, no interior do Ceará. Como arquiteto, foi responsável pelo projeto do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, inaugurado em abril de 1999. Como compositor, criou canções gravadas por artistas como Ednardo, Fagner, Gal Costa, Ney Matogrosso, Chico Buarque, Simone e Geraldo Azevedo.

 

PAULO BONAVIDES

JURISTA E PROFESSOR

Professor emérito da Universidade Federal do Ceará, tornou-se um dos constitucionalistas mais respeitados do País. De grande influência na construção do pensamento jurídico do Brasil, recebeu inúmeros reconhecimentos durante sua trajetória. É doutor honoris causa pela Universidade de Lisboa, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Universidad Nacional de Córdoba, Universidad Inca Garcilaso de la Vega e Unifor.

 

RENATO ARAGÃO

ATOR, DIRETOR, HUMORISTA E APRESENTADOR

Uma das personalidades mais conhecidas da TV brasileira, Renato Aragão ficou nacionalmente conhecida pelo seu personagem Didi Mocó, protagonista de Os Trapalhões, uma das franquias de maior êxito no universo cultural do Brasil. Na televisão desde a década de 1960, Renato tornou-se a principal voz do projeto Criança Esperança e também protagonizou cerca de 50 filmes que se tornaram líderes de bilheteria.

JáDER SANTANA