Depois de cancelar participação no Pré-Carnaval, Bloco Glitter volta neste fim de semana
PUBLICIDADE
Notícias


Depois de cancelar participação no Pré-Carnaval, Bloco Glitter volta neste fim de semana

07:40 | 31/01/2018
NULL
NULL

[FOTO1]Após sair da programação oficial do Pré-Carnaval de Fortaleza, o Bloco Glitter retorna neste sábado, 3 de fevereiro, agora, em um novo espaço, o Aterro da Praia de Iracema. A folia, que lotou o Mercado dos Pinhões no começo do mês de janeiro, muda-se para a Concentração Skol, estrutura montada próximo ao Centro Cultural Belchior.

Neste fim de semana, o último de Pré-Carnaval, o espaço vai receber uma programação estendida, começando às 14 horas e encerrando às 20 horas. Além do Glitter, que vai levar a diversidade do DJ Adrian Brasil, também participarão do evento a Superbanda e os Filhos de Xandhy.

[SAIBAMAIS]

“Vai ser um esquenta. Vamos unir forças pra preparar o público para os bloquinhos no entorno”, anuncia Zé Filho, organizador do Glitter, em entrevista ao O POVO Online. A região da Praia de Iracema receberá diversos outros blocos durante o sábado, como Unidos da Cachorra e Camaleões do Vila.

“Não existe possibilidade melhor do que a Praia”, acredita Zé. Segundo ele, a parceria com a marca possibilita que o bloco volte para a programação sem os transtornos de organização que causaram o cancelamento no evento no Mercado dos Pinhões.

“Quando a Skol mandou a proposta, eu questionei bastante até onde ela iria”, afirma, explicando que terá as vantagens estruturais do espaço, como banheiros, lixeiras, acessibilidade e amplitude, principais reivindicações do público durante a primeira festa conduzida pelo bloco neste ano. “Não tinha como não acontecer. Lá, vamos estar como uma atração”, explica.

“A gente quer que o bloco aconteça, só não quer que saia tudo do nosso bolso”, explica. Questionado sobre outras possíveis iniciativas de financiamento usadas por outros blocos, como a venda de camisas, ele se posiciona: “Vender camisa para estar dentro de um bloco é selecionar. A camisa pode ser 10 reais, mas pra entrar tem que ter 10 reais. Tem gente que tem só a passagem do ônibus”.

O organizador do Glitter afirma ainda estar estudando, junto com os demais membros, uma forma de o bloco voltar a participar dos ciclos de festas em Fortaleza. “É muito possível que o Glitter volte a acontecer”, adianta. “Estamos estudando esta possibilidade dentro e fora do Carnaval”. Além disto, Zé tira a dúvida de muitos foliões: o bloco não deve participar do Carnaval de Fortaleza de 2018.

TAGS