Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Banda da Ucrânia leiloa troféu do Eurovision para comprar drones

00:03 | Jun. 14, 2022
Autor DW
Tipo Notícia

Grupo vencedor do tradicional festival musical faz leilão pelo Faceboook e angaria 900 mil dólares. Dinheiro será usado para aquisição de drones para a Ucrânia se defender da invasão russa.Os membros do grupo musical ucraniano Kalush Orchestra, vencedores do último Festival da Canção Eurovision 2022 com a canção Stefania, leiloaram neste domingo (29/05) o troféu que receberam para levantar fundos para a compra de drones para defender seu país da invasão russa. O grupo anunciou em sua página no Facebook que arrecadou um total de 900 mil dólares no leilão do troféu, um microfone de cristal. O leilão no Facebook foi liderado pelo apresentador de TV ucraniano Serhiy Prytula. Ele disse que o dinheiro arrecadado será usado para comprar para as Forças Armadas da Ucrânia o sistema aéreo não tripulado PD-2, que inclui três aeronaves e uma estação de controle em terra. "Vocês são incríveis! Agradecemos a cada um pela doação a este leilão e um agradecimento especial à equipe Whitebit, que comprou o troféu por 900 mil dólares e agora são os legítimos donos de nosso troféu", escreveram no site da rede social. A Whitebit aparece no Facebook como uma empresa de tecnologia da informação. O concurso Eurovision é uma competição anual que envolve representantes de cerca de 50 países, cujas emissoras são membros da União Europeia de Radiodifusão. Com uma audiência estimada em cerca de 200 milhões de espectadores em todo o mundo, a última edição, realizada em 14 de maio na cidade italiana de Turim, foi vencida pelo grupo ucraniano Kalush Orchestra. A invasão russa na Ucrânia, que está em seu quarto mês, já custou a vida de milhares de civis, causou a fuga de milhões de ucranianos e reduziu cidades a escombros. Moscou chama a ação de "operação militar especial" para desarmar a Ucrânia e protegê-la dos fascistas. A Ucrânia e o Ocidente dizem que a alegação fascista é infundada e que a guerra é um ato de agressão. No final de semana, as forças ucranianas enfrentaram artilharia pesada na tentativa russa de capturar Sievierodonetsk, a maior cidade que a Ucrânia ainda controla na região de Luhansk, no leste do país. rw/lf (EFE, Reuters)

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar