Participamos do

Festival Concreto realiza sete meses de programação em Fortaleza

A oitava edição do Festival Concreto reunirá artistas nacionais e internacionais em uma série de atividades que serão realizadas entre os dias 19 de novembro de 2021 a 28 de maio de 2022
12:06 | Nov. 19, 2021
Autor Bruna Lira
Foto do autor
Bruna Lira Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Festival Internacional de Arte Urbana - Festival Concreto chega a sua oitava edição com a ampliação de sua gama de atividades, visando maior alcance de seu público e o aumento de sua duração em Fortaleza, no Ceará. O evento que, anteriormente, era realizado durante 10 dias, agora acontecerá de 19 de novembro de 2021 a 28 de maio de 2022, estendendo-se por sete meses e contando com programações em diversos espaços públicos da capital do Estado.

Iniciando a série de atividades do festival, o mês de novembro traz ações em locais como a Biblioteca Pública Estadual do Ceará, Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, Porto Iracema das Artes e Residencial José Euclides da Cunha. Para tanto, o evento conta com a participação de artistas convidados, sendo eles: Shiko (PB), Onesto (SP), Luna Bastos (PI), Doppeldenk (Alemanha), Rafael Limaverde (CE) e Luci Sacoleira (CE), que irão colorir os espaços e promover oficinas abertas ao público de forma gratuita.

 
 
 
Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Festival Concreto (@festivalconcreto)

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Além disso, haverá a comemoração do aniversário de um ano da Midiateca Concreto, que consiste em uma instalação feita a partir de uma sucata de ônibus restaurada, equipada com gibis, livros e dvds, localizada no Residencial Euclides da Cunha, no bairro Jangurussu. No primeiro dia de percurso, as crianças que utilizam da Midiateca Concreto farão uma visita guiada à Biblioteca Pública Estadual do Ceará. Dando fim ao cronograma de novembro, será realizada uma festa no Restaurante Casa de Patuá, onde também ocorrerá a Feirinha Concreto #8 com a comercialização de produtos dos artistas que compõem este primeiro momento do Festival.

Em entrevista ao O POVO, o artista urbano e idealizador do evento, Narcélio Grud, conta que o festival tem como propósito ter uma “arte pública, gratuita e o mais acessível possível”. Contudo, a consolidação do projeto lida com adversidades como a escassez de recursos financeiros para o desenvolvimento das atividades, que acaba por se tornar um dos motivos pelos quais o festival prolonga a sua agenda para sete meses.

O idealizador do Festival Concreto também fala sobre a pertinência da valorização do setor artístico em meio ao cenário pandêmico que o país se encontra e, agora, durante a retomada da realização de eventos presenciais. “Nós tivemos a pandemia, que mostrou como é importante a arte e a cultura e ficou claro - para muitas pessoas - como foi isso que salvou esse momento de introspecção forçada que a humanidade teve que passar. Agora, nesse momento de obscurantismo, a arte vem como um foco de luz, servindo de escape para muita gente”, afirma. O Festival Concreto - Festival Internacional de Arte Urbana é realizado pela Amplitude - Escola de Arte Urbana, Flexos Artes e Instituto Ambiente Cultural e Inclusão Social (Iacis). 

Concreto - Festival Internacional de Arte Urbana (8a edição)

Quando: 19 de novembro a 28 de maio
Onde: Fortaleza/CE
Mais informações: www.festivalconcreto.com.br, @festivalconcreto (Instagram)

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags