Participamos do

Conheça cineasta brasileiro que conquistou Tarantino e Spike Jonze

Edson Oda já tem mais de 10 anos de carreira e teve destaque com longa de estreia, "Nine Days", indicado a importantes prêmios independentes dos EUA
16:18 | Nov. 03, 2021
Autor João Gabriel Tréz
Foto do autor
João Gabriel Tréz Repórter
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Em 2012, Edson Oda era ainda um jovem publicitário aspirante a cineasta. Nascido em Mogi das Cruzes, ele conheceria, naquele ano, o diretor Quentin Tarantino, no que foi um marco na trajetória artística dele. Em menos de 10 anos, Edson se mudou para Los Angeles, engrenou na carreira e lançou o primeiro longa-metragem, "Nine Days", que teve boa repercussão em festivais internacionais e foi exibido recentemente na Mostra de Cinema de São Paulo.

A oportunidade de conhecer Tarantino há nove anos veio quando Edson venceu um concurso cujo prêmio foi uma viagem para Los Angeles para visitar o set de filmagens do longa "Django Livre" e encontrar o cineasta. O que garantiu a vitória do brasileiro foi a produção do curta "The Writer", escolhido como o melhor entre mais de 100 concorrentes, que utilizou animação em stop-motion.

Leia também | Confira matérias e críticas sobre audiovisual na coluna Cinema&Séries, com João Gabriel Tréz

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

À época, Edson já tinha dirigido e escrito outros curtas, mas atuava mais na publicidade. A virada para o cinema se deu justamente após o encontro com Taratino, que aconteceu quando o brasileiro estava próximo de se mudar para Los Angeles para cursar mestrado em cinema na Universidade de Southern California.

Em matéria do jornal O Globo de 2012, o cineasta brasileiro compartilhou que Tarantino o estimulou a buscar a "voz artística". "Ele me disse que meu roteiro é consistente e me estimulou a seguir em frente (...) . Tarantino insistiu muito para eu buscar minha voz artística e criar algo que seja meu e seja viável de produzir com meus próprios recursos", afirmou na época.

De lá para cá, Edson Oda dirigiu seis outros curtas e, em 2020, lançou o primeiro longa-metragem. "Nine Days" é um drama fantástico que acompanha um homem entrevistando almas para decidir qual delas merece ocupar um lugar na Terra.

O filme é protagonizado por Winston Duke (de "Nós" e "Pantera Negra") e Zazie Beetz (de "Atlanta" e "Coringa"), tendo no elenco coadjuvante nomes como Tony Hale (de "Veep") e Bill Skarsgård (de "It").

A estreia se deu no reconhecido Festival de Sundance, voltado à produção independente dos EUA. O longa foi exibido na mesma mostra competitiva que "Minari: Em Busca da Felicidade" e "Nunca, Raramente, Às Vezes, Sempre", por exemplo. No evento, ganhou um prêmio pelo roteiro.

Depois de Sundance, a produção foi enviada ao diretor Spike Jonze, de "Ela", que assistiu ao filme e terminou se associando à equipe, assinando como produtor executivo - o que auxiliou na visibilidade de "Nine Days". Em comunicado à imprensa, Jonze definiu o longa como "delicado e profundo" e que Edson tem "mente e coração especiais".

"Nine Days" ainda figurou nas indicações de alguns dos mais importantes prêmios do cinema independente dos EUA, como o Film Independent Spirit Awards - no qual o longa foi indicado nas categorias de Melhor Ator Coadjuvante (para Benedict Wong) e Melhor Filme de Estreia - e o Gotham Awards - no qual a indicação foi na categoria de Diretor Revelação.

Confira trailer de "Nine Days" (em inglês):

Colunistas sempre disponíveis e acessos ilimitados. Assine O POVO+ clicando aqui

Podcast Vida&Arte
O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags