Participamos do

Luisa Sonza tem vídeo apagado do YouTube: "Censurar o Bolsonaro ninguém faz"

Lançado nesta quinta, 6 de agosto, o vídeo foi bloqueado após poucas horas do lançamento
09:50 | Ago. 06, 2021
Autor Ana Flávia Marques
Foto do autor
Ana Flávia Marques Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Com beijos quentes, o lyric vídeo (vídeo promocional com letra da música) de "Mulher do Ano" da cantora Luisa Sonza foi bloqueado pela plataforma do YouTube. A faixa faz parte do álbum "Doce 22", lançado em julho. Através do Twitter, a artista desabafou e questionou porque não censuram o presidente Jair Bolsonaro.

O clipe foi publicado às 18h do dia 5 de agosto, mas poucas horas depois foi censurado. No vídeo, Luisa e Vitão, seu namorado, estão dentro de um carro e trocam beijos quentes no banco de trás. A cantora desabafou nas redes sociais: "Acabaram de censurar e bloquear o lyric de mulher do ano no YouTube. Censurar o Bolsonaro que só fala bosta ninguém faz".

Leia também | Novo álbum de Luiza Sonza bate recorde de estreia no Spotify

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Indignada com a situação, a cantora chegou a subir o vídeo no XVideos, site de vídeos adultos, e recebeu críticas no twitter por "divulgar" o site para os fãs mais novos, além de outros internautas afirmarem que a plataforma de pornografia lucra com diferentes tipos de agressões à mulher, o que vai contra as bandeiras que a artista defende. 

Não é a primeira vez que a cantora tem um clipe censurado. O vídeo de "Atenção", parceria com Pedro Sampaio, também recebeu classificação de "conteúdo explícito". Durante o acontecimento, os artistas afirmaram que a plataforma tinha boicotado a produção e que teriam tido o alcance do vídeo reduzido.

Podcast Vida&Arte
O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags