PUBLICIDADE
Vida & Arte
Noticia

Juliano Cazarré se pronuncia sobre polêmica de recusa de vacina

A Rede Globo se pronunciou sobre o caso e o ator informou que tomará a vacina de Covid-19, caso seja uma exigência para participar da novela

13:29 | 28/07/2021
Juliano Cazarré, ator
 (Foto: Divulgação)
Juliano Cazarré, ator (Foto: Divulgação)

Juliano Cazarré, escalado para interpretar o peão Alcides no remake de Pantanal, teria se recusado a tomar a vacina contra a Covid-19. A decisão pode afetar sua carreira, fazendo com que seja cortado da novela devido às medidas de prevenção sanitária da Rede Globo. As informações são do Jornal Metrópoles.

As gravações estavam previstas para começar em julho, mas foram adiadas. As filmagens serão feitas no Rio de Janeiro e, depois, quando a pandemia já estiver mais controlada, em locações no Pantanal, como nas cidades de Aquidauana, Miranda e Corumbá, no Mato Grosso do Sul.

Sobre a novela | Silvero Pereira volta à TV como peão gay em remake da novela "Pantanal"

A Rede Globo afirmou o seguinte sobre o assunto: “Nós não começamos a divulgar informações de Pantanal. É cedo, ainda temos uma novela das 21h [Um Lugar Ao Sol] para estrear antes”. O ator Juliano se pronunciou através do Instagram. "A quantidade de gente que não abre um livro que preste, mas acredita em coluna de fofoca é impressionante. Pobre Brasil", disse.

"Há alguns dias eu fiz uma consulta à produção de Pantanal sobre a situação da vacina, pois adquiri imunidade ano passado e já li textos falando que a vacina nesses casos pouco adianta, e que uma nova carga viral pode ser prejudicial. Mas deixei claro que se for uma condição da casa para que eu participe de Pantanal, que eu tomarei", explicou.

"[O médico] Tirou as dúvidas sobre o processo como são feitas e eu já tinha me decidido a tomar, assumindo os mesmos riscos que todos os vacinados. No posto me informaram que eu devo passar lá na quinta-feira (amanhã de tarde). É o que farei", afirmou o ator.

Podcast Vida&Arte
O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker.