PUBLICIDADE
Vida & Arte
Noticia

Cantora Lidia Maria lança nova versão do clipe "Me Deixe Ficar Só"

A canção "Me Deixe Ficar Só" ganhou uma nova versão de seu clipe após o primeiro lançamento em janeiro deste ano

20:20 | 04/05/2021
Lídia Maria lança outra versão para o clipe 'Me Deixe Ficar Só' (Foto: Galba Nogueira)
Lídia Maria lança outra versão para o clipe 'Me Deixe Ficar Só' (Foto: Galba Nogueira)

“Não venha me dizer como me consertar/ Eu sou semente que renascerá/ Floresço junto com o tempo/ Não venha me dizer então como será/ O sol é quente, a chuva chega já/ Tô recriando meu momento”. Recriar a si mesmo e enfrentar os processos de mudança são os temas da canção “Me Deixe Ficar Só”, da cantora cearense Lidia Maria. No mesmo sentido dessa transformação, a artista traz uma nova versão do videoclipe da música.

A obra foi primeiramente lançada em janeiro deste ano, com recursos da Lei Aldir Blanc através da Secretaria de Cultura de Fortaleza (Secultfor). Mas, por causa da limitação do tempo, o conteúdo não ficou da maneira como queria. “A primeira versão não expressava tanto o sentimento e a emoção que a letra e a melodia passavam. Estava bonito e bem feito, mas não era exatamente o que eu esperava”, explica.

Leia também | Billie Eilish e Post Malone à frente do festival Governors Ball 2021

Com isso, retomou a parceria com o produtor audiovisual Allan Diniz. O vídeo inicial foca nas sombras e na sobreposição de imagens, com o objetivo de trazer uma energia mais misteriosa. “O segundo foca nos movimentos de dança que eu faço, nas expressão do meu rosto. E também tem mais luz. Isso me ajudou a passar mais poder e sensualidade”, comenta.

“Essa música fala de uma pessoa que está se reconstruindo. Está se refazendo. Ela cansou de sofrer dentro de uma relação ou daquele lugar que não lhe fazia mais bem. Ela ainda sente dor, mas tem força para se reconstruir. Nesse momento, a palavra final é dela”, afirma. “Fala das fases que uma pessoa pode passar, ao fazer uma metáfora com a natureza”, continua.

Leia também | Red Hot Chili Peppers vende catálogo para fundo britânico

“É um grito de libertação. Mostra a força de quem quer mudar, de quem está passando por esse processo de mudança, transformação e recriação. A maioria das pessoas passa por isso com dor, mas, para mim, ela mostra que tudo está mudando, que aquele momento está acabando.”

O primeiro videoclipe surgiu em janeiro deste ano, junto com outras obras, como “Ouve Essa Canção”, com realização de Gabriel Laje e Clara Menezes, e “Pela Última Vez”, realizada por Miguel Cordeiro. As três fazem parte de seu disco “Viva” (2019) e integram o projeto “Viva o som na tela”.

Leia também | Karol Conká lança nova música logo após a final do BBB 21

O clipe foi divulgado em 2021, mas a composição havia sido produzida há cinco anos. “A primeira vez que eu a cantei foi em 2016, no mesmo período que a compus. Ela nasceu como um xote. Mas, quando mostrei ao músico Alex Ramon, que é da minha banda e diretor musical, ele transformou nessa versão latina e dançante”, indica sobre o processo de criação.

Seu objetivo é potencializar a divulgação dos três vídeos para conectar as pessoas. “Acho que, como artista, milito muito a favor de que as obras não sejam consumidas tão imediatamente, que não sejam tão imediatistas como as redes sociais propõem. A gente deve entender que a arte precisa ser apreciada por mais tempo, significar e ressignificar”, opina.

Leia também | Carlinhos Brown lança música em homenagem à Juliette, do BBB 21

Série de lives

Neste processo de reinvenção, Lidia Maria também traz uma outra proposta: a partir da próxima quinta-feira, 13 de maio, começa uma série de lives em seu perfil do Instagram @lidiamaria.oficial. Com convidados diversos, as discussões surgem por meio das temáticas de suas músicas.

A primeira transmissão ao vivo será intitulada de “Tô recriando meu momento”, em referência à letra de “Me Deixe Ficar Só”. Com participação da psicóloga Izabel Brito, o evento virtual discutirá sobre o período de isolamento social causado pela pandemia.

“Vamos falar sobre como é importante nos recriarmos quando já não nos sentimos bem, quando algo não abarca nossa identidade. E vamos abordar sobre como podemos fazer isso durante a pandemia, que está sendo longa, dolorosa e com tantas perdas”, explica.

 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 

A post shared by Lidia Maria (Fulô) (@lidiamaria.oficial)

Podcast Vida&Arte

O podcast Vida&Arte é destinado a falar sobre temas de cultura. O conteúdo está disponível nas plataformas Spotify, Deezer, iTunes, Google Podcasts e Spreaker.