PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Quatro décadas após a morte de Cartola, conheça as músicas mais tocadas do artista

O cantor e compositor tem seu trabalho ecoado em regravações de artistas atuais, mesmo quarenta anos após sua morte

Alan Magno
17:53 | 30/11/2020
Cartola morreu no dia 30 de novembro de 1980, aos 72 anos vítima de câncer e deixou um acervo de composições que marcaram diversas gerações de sambistas e de cantores de MPB (Foto: Arquivo Centro Cultural Cartola/ Divulgação)
Cartola morreu no dia 30 de novembro de 1980, aos 72 anos vítima de câncer e deixou um acervo de composições que marcaram diversas gerações de sambistas e de cantores de MPB (Foto: Arquivo Centro Cultural Cartola/ Divulgação)

Angenor de Oliveira nasceu em 1908 na cidade do Rio de Janeiro (RJ) e ficou marcado na história do samba e da Música Popular Brasileira como Cartola. Criador de aproximadamente 149 canções e autor de 109 gravações, Cartola é a mente e o ritmo por trás de canções como As Rosas Não Falam e O Mundo é um Moinho, além de ser um dos fundadores da escola de samba Mangueira.

Cartola morreu no dia 30 de novembro de 1980, aos 72 anos vítima de câncer e deixou um acervo de composições que marcaram diversas gerações de sambistas e de cantores de MPB. Sua carreira foi marcada pela busca pelo sucesso, pela indiferença do mercado musical da época e por fim, pelo sucesso e reconhecimento já na velhice.

O cantor que compunha músicas desde criança trabalhou como servente, como pedreiro, zelador e lavador de carros na Barra da Tijuca, tendo a música como sua principal motivação. Mas, foi somente durante os anos seguintes, com uma série de homenagens póstumas, discos e biografias, que Cartola seria consagrado internacionalmente como um dos maiores nomes da música popular brasileira.

Em 1988, em uma homenagem aos 80 anos do cantor, já falecido, a gravadora Som Livre lançou o songbook "Cartola – Bate Outra Vez.", que trazia Caetano Veloso, Gal Costa, Paulinho da Viola, Zeca Pagodinho, Luiz Melodia, Dona Ivone Lara, Beth Carvalho, Nelson Gonçalves, Paulo Ricardo e Cazuza interpretando as músicas do artista. No mesmo ano, Marisa Monte viria a incluir em seu repertório o lundu "Ensaboa", composto em 1975 e gravado pelo compositor em seu segundo LP.

Nesta segunda-feira, 30 de novembro, quarenta anos depois, o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad), instituição que atua catalogando e divulgando o acervo musical brasileiro, realizou um ranking das dez músicas do Cartola mais ouvidas nos últimos cinco anos. Boa parte de suas composições sempre ecoam em rodas de samba e em performances de grandes artistas atuais, como Alcione. 

CONFIRA:

1 – As Rosas Não Falam (Cartola)

2 – O Mundo é um Moinho (Cartola)

3 – O Sol Nascerá (Elton Medeiros/Cartola)

4 – Alvorada (Hermínio Bello de Carvalho/Cartola/Carlos Cachaça)

5 – Tive Sim (Cartola)

6 – Corra e Olhe o Céu (Dalmo Castello/Cartola)

7 – Sala de Recepção (Cartola)

8 – Acontece (Cartola)

9 – Ao Amanhecer (Cartola)

10 – Disfarça e Chora (Dalmo Castello/Cartola)