PUBLICIDADE
Noticia

Grandes festivais: filmes da 44ª Mostra SP que passaram por Berlim, Veneza e Cannes

Programação da 44ª Mostra de Cinema de São Paulo disponibiliza virtualmente longas que participaram de grandes eventos de cinema pelo mundo

João Gabriel Tréz
12:07 | 24/10/2020
'Casa de Antiguidades' é o único filme brasileiro que recebeu o
'Casa de Antiguidades' é o único filme brasileiro que recebeu o "selo Cannes 2020" (Foto: divulgação)

Para quem acompanha as notícias e repercussões dos filmes em grandes festivais de cinema, a vontade é, sem dúvidas, de ter acesso às obras comentadas. Muitas delas, porém, ou demoram para chegar no Brasil, ou chegam depois de um bom tempo. Um dos principais espaços de exibição desses filmes é a Mostra de Cinema de São Paulo que, na sua 44ª edição, acontece virtualmente. Assim, pessoas de todo o País poderão assistir a produções selecionadas e premiadas em alguns dos principais eventos do mundo. Confira seleção de longas da Mostra que passaram pelos festivais de Berlim, Cannes e Veneza em 2020.

Serviço

Quando: das 20 horas de 22 de outubro até 4 de novembro
Onde: filmes disponíveis na Mostra Play, no Sesc Digital e na Spcine Play
Quanto: R$ 6 na Mostra Play e gratuito no Sesc Digital e na Spcine Play
Mais informações: no site do evento

A Herdade

Drama histórico português 'A Herdade' será disponibilizado de graça durante a Mostra
Drama histórico português 'A Herdade' será disponibilizado de graça durante a Mostra (Foto: divulgação)

Longa português de Tiago Guedes teve estreia no Festival de Veneza de 2019. A obra apresenta uma rica família proprietária de um grande latifúndio em paralelo com retratos históricos e sócio-políticos de Portugal dos anos 1940 até hoje.
Onde: na plataforma do Sesc Digital
Gratuito

Casa de Antiguidades

Estreia de João Paulo Miranda Maia em longas, o filme brasileiro recebeu o selo do Festival de Cannes de 2020 - evento que não ocorreu por conta da pandemia, mas que divulgou os filmes que fariam parte da seleção. Protagonizado por Antonio Pitanga, a obra retrata um homem negro que se muda para antiga colônia austríaca na região sul e sofre série de preconceitos.
Onde: na plataforma Belas Artes à La Carte
Quanto: R$ 6

Crianças do Sol

'Crianças do Sol', de Majid Majid, foi exibido no Festival de Veneza
'Crianças do Sol', de Majid Majid, foi exibido no Festival de Veneza (Foto: divulgação)

O cineasta iraniano Majid Majidi apresenta a história de um garoto de 12 anos que faz serviços para tentar sustentar a família. Em um dia, ele fica encarregado de uma tarefa curiosa: encontrar um tesouro. O filme foi exibido no Festival de Veneza deste ano.
Onde: na plataforma Mostra Play
Quanto: R$ 6

Mães de Verdade

Drama dirigido pela japonesa Naomi Kawase, o filme mostra um casal que decide adotar um menino. Anos depois, uma desconhecida e ameaçadora garota surge afirmando ser a mãe biológica da criança. A produção foi exibida nos festivais de Toronto e San Sebastián e, em maio, ganhou o selo de Cannes 2020.
Onde: na plataforma Mostra Play
Quanto: R$ 6

Miss Marx

'Miss Marx' foi exibido no Festival de Veneza e conta história de Eleanor, filha mais nova de Karl Marx
'Miss Marx' foi exibido no Festival de Veneza e conta história de Eleanor, filha mais nova de Karl Marx (Foto: divulgação)

Eleanor é a filha mais nova, mas pouco reconhecida, de Karl Marx. A vida da jovem, que foi marcada por ativismos relacionados à feminismo e socialismo, é retratada no longa da diretora Susanna Nicchiarelli, que foi exibido no Festival de Veneza deste ano.
Onde: na plataforma Mostra Play
Quanto: R$ 6

Não Há Mal Algum

Vencedor do Urso de Ouro no Festival de Berlim de 2020, o longa iraniano apresenta série de histórias que orbitam ao redor de um polêmico tema: a pena de morte. O cineasta Mohammad Rasoulof apresenta quatro tramas que mostram homens colocados no papel de execução das penas e como questões morais e políticas influenciam a discussão.
Onde: na plataforma Mostra Play
Quanto: R$ 6

O Charlatão

A vida de Jan Mikolasek inspirou o filme da diretora Agnieszka Holland. Ela apresenta um protagonista que ganha fama e dinheiro ao afirmar ser capaz de curar diferentes doenças usando métodos de tratamento questionáveis. O filme foi selecionado no Festival de Berlim.
Onde: na plataforma Mostra Play
Quanto: R$ 6

Todos os Mortos

Longa 'Todos os Mortos' disputou o Urso de Ouro em Berlim no início do ano
Longa 'Todos os Mortos' disputou o Urso de Ouro em Berlim no início do ano (Foto: divulgação)

Único filme brasileiro na competição do Festival de Berlim deste ano, a obra assinada por Caetano Gotardo e Marco Dutra apresenta um Brasil pós-abolição, ainda marcada pelas relações pautadas na escravidão e nas estruturas racistas. Duas famílias, uma branca e uma negra, tentam se adaptar ao contexto.
Onde: na plataforma Mostra Play
Quanto: R$ 6

Outros títulos

“Berlin Alexanderplataz”, de Burhan Qurbani
“Cidade Pássaro”, de Matias Mariani
“City Hall”, de Frederik Wiseman
“Fábulas Ruins”, de Fabio D’Innocenzo e Damiano D’Innocenzo
“Gênero, Pan”, de Lav Diaz
“Nova Ordem”, de Michel Franco
“Dezesseis Primaveras”, de Suzanne Lindon
“Dias”, de Tsai Ming-Liang