PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Morre Renato Barros, vocalista da banda Renato e Seus Blue Caps

A página oficial do grupo no Facebook divulgou uma homenagem ao cantor no início da tarde de hoje, terça-feira, 28

13:52 | 28/07/2020
O cantor Renato Barros faleceu em decorrência de complicações em cirurgia (Foto: Reprodução/Facebook/Renato e Seus Blue Caps)
O cantor Renato Barros faleceu em decorrência de complicações em cirurgia (Foto: Reprodução/Facebook/Renato e Seus Blue Caps)

Renato Barros, 76 anos, integrante da banda Renato e Seus Blue Caps, morreu nesta terça-feira, 28. Ele estava internado após ter complicações em decorrência de uma cirurgia cardíaca. Em nota, a página oficial do Facebook do grupo prestou homenagens.

“Nosso amado e muito querido cantor, compositor e guitarrista não suportou tanto sofrimento e descansou! Foi tocar sua guitarra no plano superior, onde está agora ao lado de seus pais e de sua amada esposa Lúcia Helena”, afirma.

RENATO BARROS AGORA É UMA ESTRELA NO CÉU! Nosso amado e muito querido cantor, compositor e guitarrista não suportou...

Publicado por Renato e Seus Blue Caps Original em Terça-feira, 28 de julho de 2020

O canto e compositor Renato Barros formou a banda “Renato e Seus Blue Caps” em 1960, ao lado de outros quatro integrantes. Entre os sucessos que marcaram a década, estão “Não Te Esquecerei", “Menina Linda” e “Até o Fim”. Suas composições eram, inicialmente, versões brasileiras de músicas estrangeiras.

Ainda durante a década de 1960, teve papel significativo na Jovem Guarda, movimento cultural que trazia referências do rock britânico e estadunidense para o Brasil. A música, apesar de ser considerada “alienada” para os jovens engajados politicamente do período, tinha grande popularidade. As temáticas tratavam, principalmente, de amor, de adolescência e de exaltação de bens materiais, como carros e roupas.

Diversos artistas já integraram o grupo, incluindo Erasmo Carlos. Há mais de 20 anos, porém, participavam Renato Barros, Cid, Gelson, Darcy Velasco, Amadeu Signorelli.

Na discografia da banda, constam “Twist” (1962), “Viva a Juventude” (1964), “Um Embalo com Renato e Seus Blue Caps” (1966), “Suco de Laranja” (1979) e “Batom Vermelho” (1987).