PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Morre o dramaturgo e escritor Antonio Bivar aos 81 anos vítima de Covid-19

O dramaturgo tem como bagagem a autoria clássicos do teatro nacional, como Cordélia Brasil (1967)

12:04 | 06/07/2020
Bivar esteva internado desde junho e morreu de complicações respiratórias (Foto: Reprodução)
Bivar esteva internado desde junho e morreu de complicações respiratórias (Foto: Reprodução)

Morreu neste domingo, 5, o dramaturgo e escritor Antonio Bivar aos 81 anos, em decorrência de Covid-19. Internado deste junho, ele estava em um hospital em São Paulo. Segundo a instituição, Bivar teve complicações respiratórias.

O dramaturgo tem como bagagem a autoria clássicos do teatro nacional, como "Cordélia Brasil" (1967) e "Abre a Janela e Deixa Entrar o Ar Puro" e o "Sol da Manhã" (1968). Já como escritor, publicou diversos livros, entre eles, "O Que É Punk?" e "Verdes Vales do Fim do Mundo". As informações são da Isto é e da Folha de S. Paulo.

Em 2014, foi lançada usa primeira autobiografia. "Mundo Adentro Vida Afora" é um compilado de seus 30 primeiros anos de vida e carreira.  No ano passado, ele publicou "Perseverança", que seria o quinto volume sobre sua trajetória, abarcando o período de 1982 a 1993.