PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Morre aos 96 anos o ator Leonardo Villar, de "O Pagador de Promessas"

Um de seus personagens mais famosos é Zé do Burro, protagonista de "O Pagador de Promessas", tanto no teatro, em 1960, quanto no cinema, em 1962. O longa de Anselmo Duarte foi indicado ao Oscar de Melhor Filme em Língua Estrangeira e venceu a Palma de Ouro do Festival de Cannes.

Natália Coelho
17:54 | 03/07/2020
"O Pagador de Promessa" foi estrelado por Leonardo Villar (Foto: Reprodução)

O ator Leonardo Villar morreu na manhã desta sexta-feira, 3, em São Paulo, devido a uma parada cardíaca. Ele havia sido internado na última quinta-feira, 2, após sentir um mal estar. As informações são do portal G1.

Nome artístico de Leonildo Motta, Leornardo Villar nasceu em 1923 em Piracicaba, no interior de São Paulo. O ator é conhecido por papéis marcantes no chamado Cinema Novo, movimento brasileiro entre os anos 1960 e 1970, que marcou a cinematografia nacional e contou com diretores como Glauber Rocha, Nelson Pereira dos Santos e Joaquim Pedro de Andrade.

Um de seus personagens mais famosos é Zé do Burro, protagonista de O Pagador de Promessas — tanto no teatro, em 1960, quanto no cinema, em 1962. O filme de Anselmo Duarte foi o primeiro longa totalmente brasileiro indicado ao Oscar de Melhor Filme em Língua Estrangeira. É ainda a obra única obra 100% nacional a vencer a Palma de Ouro, principal categoria do Festival de Cannes. 

Outros grandes participações de Leonardo Villar foi no filme A Hora e Vez de Augusto Matraga (1965), e nas novelas Barriga de Aluguel (1990) e Passione (2015), como também em diversas peças de teatro.

Intérprete do Teatro Brasileiro de Comédia (TBC) durante oito anos, o ator se formou na primeira turma da Escola de Arte Dramática (EAD) da a Universidade de São Paulo em 1948. Teve a estreia profissional em 1953, na peça A Raposa e as Uvas, com direção de Bibi Ferreira.