PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Mostra de Veneza participa com curtas e filmes de festival de cinema gratuito no YouTube

O "festival de festivais" reunirá obras selecionadas por Cannes, Berlim, Locarno, Londres e outros

16:06 | 26/05/2020
O escritor e cineasta Guillermo Arriaga tem filme selecionado para ser exibido na Mostra de Veneza
 (Foto:  Bernardo Flores / Divulgação)
O escritor e cineasta Guillermo Arriaga tem filme selecionado para ser exibido na Mostra de Veneza (Foto: Bernardo Flores / Divulgação)

A Mostra de Veneza participará com um pacote de filmes e curtas-metragens no grande festival de cinema digital gratuito produzido e organizado por Tribeca e pela plataforma do YouTube, na qual 21 festivais internacionais de cinema colaboram, informaram os organizadores nesta terça-feira.

Nomeado "We Are One: A Global Film Festival", os principais festivais de cinema do mundo se reunirão no YouTube a partir de 29 de maiopara oferecer uma seleção de longas-metragens, curtas-metragens e mesas redondas virtuais.

Filmes selecionados pelos festivais de Berlim, Cannes, Locarno, Londres, San Sebastián, Sundance, Sydney, Tóquio, Toronto, entre outros, participarão do concurso inédito que durará 10 dias até 7 de junho.

"Estamos honrados e felizes em participar do We Are One. Como sinal de simpatia e solidariedade com nossos amigos de Tribeca, ofereceremos ao público mundial uma amostra do que organizamos em Veneza para apoiar especificamente diretores emergentes", antecipou o diretor da Mostra de Veneza, o crítico italiano Alberto Barbera.

Leia também | Festival Varilux de Cinema Francês disponibiliza 50 filmes gratuitos online até 25 de agosto

Com filmes brasileiros, festival suíço de cinema documental promove edição online

Festival de Cinema de Cannes busca alternativas para edição 2020 devido à Covid-19

20 festivais de cinema se unem para promover evento digital gratuito

Veneza selecionou três curtas, incluindo um do consagrado diretor mexicano Guillermo Arriaga, além de dois longas-metragens feitos com o patrocínio da Biennale College e seis filmes que competiram na seção inovadora "Realidade Virtual", criada há três anos pela Mostra.

A ideia do "festival de festivais" surgiu devido ao confinamento imposto a quase todo o mundo pelo coronavírus e após várias competições terem sido canceladas pela pandemia.

Os recursos arrecadados pelo festival de cinema digital e gratuito serão destinados à Organização Mundial da Saúde (OMS) e outras instituições envolvidas na luta contra o coronavírus.

A Mostra de Veneza também confirmou nesta semana que será realizada em setembro, como de costume, enquanto o festival de Cannes na França, que geralmente acontece em maio, foi adiado e cancelado depois que o governo francês proibiu grandes eventos.