PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Jogo online Little MisFortune reúne aventura e terror em sua história

Procurando algum jogo para jogar durante a quarentena? O Vida & Arte preparou uma resenha de um jogo que pode ser muito divertido e ao mesmo tempo aterrorizante. Conheça o Little MisFortune.

17/04/2020 09:18:42
O jogo está disponível para compra na plataforma de jogos online Steam
O jogo está disponível para compra na plataforma de jogos online Steam (Foto: Reprodução)

Procurando algum jogo para jogar durante a quarentena? Disponível na plataforma de jogos online Steam, o jogo Little MisFortune, publicado pelo estúdio independente sueco Killmonday games, é singleplayer, ou seja, para apenas um jogador e está disponível para compra

Situado em uma perspectiva 2D, o jogador pode apenas se mover para frente ou para trás. Em certos pontos do jogo, o jogador precisa fazer escolhas para a personagem principal, as quais podem desencadear cutscenes (uma espécie de cinemática que ajuda a contar o enredo da história).

O jogo tem elementos de aventura e fantasia, com detalhes sombrios e conta a história de uma menina chamada MisFortune. Situado em 1993, a menina de oito anos vive sozinha com os pais nos arredores da cidade fictícia de Openfields, na Suécia.

O narrador anuncia que hoje é o dia em que Misfortune morrerá, mas fica surpreso quando Misfortune diz que ela pode ouvi-lo. A voz convida Misfortune a jogar um jogo em que ela fará escolhas, e que não há certo ou errado, apenas consequências.

Quando vencer o jogo, ela será recompensada com o prêmio da felicidade eterna, que deseja entregá-lo a sua mãe. Misfortune aceita, e a voz diz a ela que sua primeira missão é sair da casa. A partir deste ponto, a menina encontra muitos infortúnios e embarca em aventura por uma floresta cheia de mistérios.

O final do jogo envolve uma grande reviravolta. O tempo de jogatina pode ser concluído a partir de quatro horas, dependendo de quantos detalhes você procurar no jogo. O jogo é um reflexo da ingenuidade das crianças diante de situações que muitas vezes são enfrentadas por adultos, além de tratar também de relacionamentos abusivos, depressão e solidão.

Saiba mais no link.