PUBLICIDADE
VidaeArte
CINEMA

Oscar destaca "Green Book - O Guia", "Roma" e "Pantera Negra"

Na disputa que sagrou "Green Book - O Guia" como grande vencedor, 91ª edição do Oscar divide prêmios e reconhece todos os indicados da categoria de Melhor Filme

25/02/2019 08:29:33
Elenco de 'Green Book' no palco para receber a estatueta de Melhor Filme no Oscar 2019. (Foto: Reprodução/ Mike Blake/Reuters)
Elenco de 'Green Book' no palco para receber a estatueta de Melhor Filme no Oscar 2019. (Foto: Reprodução/ Mike Blake/Reuters)

O vencedor da principal categoria saiu da cerimônia com três vitórias. O filme mais premiado levou quatro estatuetas. Os dois longas mais indicados, com 10 indicações cada, transformaram em vitória somente quatro delas. Entre outros fatos mais ou menos questionáveis, a 91ª edição do Oscar, que aconteceu ontem à noite, ficará marcada pela distribuição numérica dos prêmios entre todos os oito longas indicados a Melhor Filme no evento. “Green Book - O Guia”, “Bohemian Rhapsody”, “Roma” e “Pantera Negra” foram os destaques na lista de vencedores, que ainda conta com menções à cantora e atriz Lady Gaga e ao cineasta Spike Lee.

A temporada de premiações que culminou na vitória de “Green Book - O Guia”, de Peter Farrelly, como Melhor Filme no Oscar foi uma das mais abertas e indefinidas entre as mais recentes. Os principais sindicatos de Hollywood - dos Roteiristas, Montadores Produtores, Diretores, Atores e Fotógrafos - premiaram filmes diferentes, alguns inclusive que nem estavam na disputa do Oscar. “Roma”, de Alfonso Cuarón, firmou-se como o mais aclamado e premiado, mas o longa mexicano teria que ter vencido barreiras fortes para chegar na vitória: ele seria o primeiro longa estrangeiro e, talvez o principal, o primeiro filme original Netflix a vencer o grande prêmio do Oscar. Venceu, assim, um longa bem recebido pelo público, mas questionado por sua abordagem racial.

Mesmo sem a principal estatueta, “Roma” venceu por Melhor Direção, Fotografia e Filme Estrangeiro. Três também foram as estatuetas que “Green Book - O Guia” garantiu: além de Melhor Filme, levou Melhor Roteiro Original e Melhor Ator Coadjuvante para Mahershala Ali. O musical “Bohemian Rhapsody” surpreendeu e, das cinco indicações que recebeu, levou quatro - Melhor Ator para Rami Malek, Edição de Som, Mixagem de Som e Edição. Entre os vencedores múltiplos, soma-se à lista “Pantera Negra”, primeiro longa de herói indicado a Melhor Filme da história do Oscar, que teve Figurino, Direção de Arte e Trilha Sonora reconhecidos pela Academia.

As outras quatro obras indicadas a Melhor Filme saíram vencedoras de uma categoria cada. “Nasce Uma Estrela” venceu pela música “Shallow”, fazendo da cantora pop Lady Gaga uma vencedora do Oscar; “Infiltrado na Klan” levou Melhor Roteiro Adaptado para Charlie Wachtel, David Rabinowitz, Kevin Willmott e Spike Lee, no que foi a primeira vitória no prêmio do consagrado Lee; a comédia política “Vice”, indicada em oito categorias, venceu em Melhor Maquiagem e Cabelo; e, finalmente, Olivia Colman, de “A Favorita”, surpreendeu e ganhou o prêmio de Melhor Atriz, desbancando a considerada favorita Glenn Close. Entre as principais categorias, destaca-se também a vitória de Regina King em Melhor Atriz Coadjuvante por "Se a Rua Beale Falasse".

João Gabriel Tréz