Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Para tranquilizar clientes, Ford lança Divisão de Veículos Comerciais no Brasil

A Ford lançou a Divisão de Veículos Comerciais no Brasil e a nova Transit, produzida no Uruguai. A marca deixou de produzir no Brasil em 2019. A montadora garante que não está havendo desabastecimento de peças para os proprietários de veículos da marca, incluindo caminhões
20:48 | Set. 15, 2021
Autor Jocélio leal
Foto do autor
Jocélio leal Editor-chefe dos núcleos de Economia e Negócios (Veículos, Imóveis e Empregos&Carreiras)
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Fortaleza - A Ford lançou a Divisão de Veículos Comerciais no Brasil e a nova Transit, produzida no Uruguai. A marca deixou de produzir no Brasil em 2019. A montadora garante que não está havendo desabastecimento de peças para os proprietários de veículos da marca, incluindo caminhões.

O vice-presidente de Assuntos Governamentais da montadora, Rogelio Golfarb, afirmou a jornalistas que a norte-americana não tinha tecnologia para continuar competindo no mercado de caminhões no País. Mas que, no segmento da Transit, a situação é diferente. “Somos líderes nesse segmento. Todos os competidores sabem que lideramos mercados importantíssimos, inclusive Estados Unidos e Europa.”

Golfarb reconheceu que a a Ford está preocupada com a imagem deixada após o fechamento das fábricas no Brasil e aposta na divulgação da estrutura da Divisão de Veículos Comerciai para conquistar a confiança do consumidor.

A nova área de negócios tem estrutura dedicada de engenharia, manufatura, vendas, pós-vendas e experiência do consumidor, incluindo recursos de conectividade.

A Ford Transit é referência do segmento de vans no mundo e um dos pilares do novo negócio de veículos comerciais da marca. É líder de vendas nos Estados Unidos e na Europa, há seis anos consecutivos. A Europa já anunciou a chegada da versão elétrica E-Transit, que abre caminho para o futuro desenvolvimento da linha.

Para o lançamento no Brasil e na América do Sul, a Transit passou por um programa feito pela engenharia brasileira no Centro de Desenvolvimento do Produto da Ford na Bahia e no Campo de Provas de Tatuí, no interior paulista, em parceria com os centros de engenharia da marca na Inglaterra e na Alemanha.

A produção é na nova fábrica construída em parceria com a Nordex, no Uruguai – a quinta a produzir a Transit no mundo, ao lado da Turquia, Rússia, China e Estados Unidos – , com um investimento declarado de US$50 milhões.

A linha será produzida inicialmente no modelo de passageiros, ou Minibus, nas versões para 15 ou 16 ocupantes, e 18 ou 19 ocupantes, incluindo o motorista, adaptadas em um ModCenter específico, além da chamada versão vidrada, sem bancos, para o cliente configurar como for preciso. A versão de carga, ou Furgão, chega logo depois com as opções de cabine média ou longa, também configuráveis de acordo com as necessidades do cliente.

O suprimento de peças é sustentado por cinco centros de distribuição e um sistema avançado de logística para entregas rápidas em todo o País. Além das unidades em Barueri, São Paulo; Gravataí, no Rio Grande do Sul; e Salvador, na Bahia, a Ford inaugurou este ano dois novos depósitos em São Paulo, em Porto Feliz e Cajamar, que adicionam 140.000 metros quadrados e capacidade para armazenar mais de 170.000 tipos diferentes de peças, incluindo 30.000 da Transit.

 

 

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags