PUBLICIDADE
Veículos
Noticia

Volkswagen: marca cresce na América Latina em 2020

A marca VW atingiu 4,37% do market share da região da América Latina, em 2020. A região inclui mais de 30 países da América do Sul, América Central e Caribe - exceto Brasil, Argentina e México.

14:07 | 31/03/2021
Segundo a Volkswagen, os lançamentos de T-Cross e Nivus nos principais mercados da região contribuíram para o resultado (Foto: Divulgação/Volkswagen)
Segundo a Volkswagen, os lançamentos de T-Cross e Nivus nos principais mercados da região contribuíram para o resultado (Foto: Divulgação/Volkswagen)

A Volkswagen divulgou um balanço da marca referente ao ano de 2020, marcado, sobretudo, pela pandemia do novo coronavírus, com reflexos impactantes na economia de todo o mundo. De acordo com a fabricante de carros, a Volkswagen cresceu na América Latina, ocupando 4,37% do market share.

Na região, num mercado tão competitivo como é a América Latina, a marca apresentou desempenhos relevantes, como a liderança de market share no Uruguai com 15,17% e 17,1% em Curaçao.
A pick-up Amarok conseguiu aumentar a sua participação de mercado, atingindo 4% do montante (+0,3 pp vs 2019), que é o seu maior desempenho até então.

Quando se foca apenas no Brasil, a VW foi líder no segmento SUV com o VW T-Cross e vendeu mais de 16 mil unidades do VW Nivus, encerrando o ano com 16,8% de market share no País.

Além disso, foram lançados os e-commerces do Brasil, Peru e do Chile, e nos 19 países que compõem a região foram implementados sites de nova geração. As ações são parte da estratégia de digitalização desenvolvida pela Volkswagen, segundo a montadora.

A Volkswagen tem uma rede de 27 importadores distribuídos em mais de 30 países da América do Sul, América Central e Caribe (exceto Brasil, Argentina e México), complementados por 168 pontos de venda e pós-venda.

O presidente do Conselho de Administração do Grupo Volkswagen, Herbert Diess, declarou sobre a região, que engloba todos os mercados exceto o México: "Na América do Sul, nossas equipes estão obtendo uma história de recuperação impressionante. Em 2020, aumentamos nossa participação de mercado para um novo recorde de mais de 14%. E, pela primeira vez em muitos anos, temos a expectativa de que a região seja lucrativa em 2021. Com o Nivus, a Volkswagen pela primeira vez venderá na Europa um carro desenvolvido na América Latina".