Participamos do

5 tendências para quem quer vender (e comprar!) no fim de ano

Startup OmniChat explica quais pontos são interessantes prestar atenção e como fazer negócios vantajosos nessa época tão movimentada para compras
14:13 | Dez. 15, 2021
Autor Hamilton Nogueira
Foto do autor
Hamilton Nogueira Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

 

O Natal de 2021 promete ser movimentado. O comportamento do consumidor foi moldado pela pandemia e o e-commerce continua sendo a preferência de muitas pessoas para escolher suas compras em datas comemorativas. Segundo a Offer Wise Pesquisas, cerca de 123,7 milhões de pessoas devem ir às compras de presentes de Natal, com um potencial de movimentar a economia com aproximadamente R$ 68,4 bilhões. Pensando nesse momento, a OmniChat, empresa líder no segmento de chat-commerce, reuniu algumas tendências de vendas para o Natal.

“O Natal é uma das datas mais aguardadas pelo varejo brasileiro, senão a mais importante. Esse ano teremos uma grande movimentação, com parte da população mantendo as preferências de comprar online. Entretanto, não podemos esquecer que já temos mais de 60% dos brasileiros vacinados, e isso também vai estimular o comércio presencial, muito mais do que em 2020”, diz Mauricio Trezub, CEO da OmniChat.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Confira as tendências para o Natal de 2021

Setor de moda está aquecido e terá grande consumo: De acordo com projeções da Mosaiclab, as vendas de vestuário cresceram no Brasil em média 5,9% este ano. Refletindo esta tendência de aumento de consumo de roupas e acessórios, 61% dos consumidores afirmam que pretendem comprar roupas de presente de Natal, segundo a pesquisa da Offer Wise. E, claro, grande parte desse número vai preferir fazer compras online.

Filhos serão os mais presenteados neste final de ano: No Natal, pais e mães não se esquecem de presentear. É o que apontam os dados da pesquisa da Offer Wise. De acordo com o levantamento, os mais lembrados na hora de presentear são os filhos, com 62% de respostas. Neste sentido, os brinquedos ficam em segundo lugar nos itens que mais serão comprados.

Os consumidores (ainda) vão preferir comprar pela internet: Seguindo a tendência das compras online, a internet (45%) será o principal local de compra dos consumidores no Natal, em seguida aparecem as lojas de departamento (43%) e o shopping center (40%). Das pessoas que vão comprar online, 21% pretende comprar todos os presentes pela internet, 31% deve comprar metade dos presentes e 37% respondeu que quer comprar quase todos os presentes.

O brasileiro vai pesquisar muito antes de comprar: Quando se trata da escolha do estabelecimento onde pretendem comprar os presentes, 55% são influenciados pelo preço. Já 39% escolhem o local por conta de ofertas e promoções; 24%, pela variedade de produtos; e 23%, pelo atendimento. E quando o assunto é pesquisa de preço, a internet também será o principal local para fazer essa comparação, de acordo com os entrevistados: 79% pretendem fazer pesquisa de preços antes de comprar os presentes, sendo que 83% vão utilizar a internet (sobretudo os sites e aplicativos e as redes sociais). Já 68% costumam fazer pesquisas de forma offline, principalmente nas lojas de shopping e de rua.

Dinheiro e cartão de crédito serão as principais formas de pagamento: As principais formas de pagamento dos consumidores nas compras do Natal 2021 serão: dinheiro (48%), cartão de crédito parcelado (39%), cartão de débito (38%) e PIX (30%). O parcelamento de compra é reflexo direto da queda no poder aquisitivo. Segundo os consumidores, 49% pretendem parcelar as compras para ter condições de comprar todos os presentes, 43% afirmam que mesmo tendo condições de pagar à vista, preferem pagar desta forma para garantir sobra de dinheiro no orçamento e 28% para poder comprar presentes melhores.

Sobre a OmniChat

A OmniChat é uma startup líder em chat-commerce no Brasil. Fundada em 2016, em Curitiba, pelos empreendedores Mauricio Trezub e Flávio Negrão, a empresa conta com mais de 10 mil vendedores utilizando a sua solução e já ajudou mais de 300 marcas no relacionamento com seus clientes, entre elas, Arezzo&CO, L'Oréal, O Boticário, Leroy Merlin, Havaianas, Track & Field, Swarovski, RiHappy, entre outras. Mais informações em: www.omni.chat/

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente