Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

  5 dicas para quem quer começar a vender pelo WhatsApp

A OmniChat traz 5 dicas para quem tem um negócio e pensa em utilizar a ferramenta de mensageria para turbinar o consumo de seus produtos.
11:51 | Set. 10, 2021
Autor Hamilton Nogueira
Foto do autor
Hamilton Nogueira Jornal
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

 

O canal de vendas por WhatsApp está ganhando uma relevância cada vez maior, tanto para as marcas quanto para os consumidores. Isso porque este meio une o melhor de dois mundos: a praticidade das vendas online com o atendimento consultivo e personalizado das lojas físicas.

Apesar da pandemia ter acelerado a adoção dessa estratégia, muitos negócios já vinham utilizando o WhatsApp para se comunicar com seus clientes, e para os empreendedores que ainda não estão nesse canal, é importante observar que atualmente, no Brasil, existem mais de 120 milhões de celulares com acesso à internet. Desses, 98% possuem o aplicativo de mensageria instalado, mostrando o potencial que as vendas via chat-commerce têm de alcançar um grande público.

“O atendimento por WhatsApp tem uma característica que acreditamos ser fundamental para o sucesso do canal: a humanização. Afinal, este meio fica entre o e-commerce (por ser digital) e as lojas físicas (por ser um meio conversacional), e é este segundo ponto que faz toda a diferença para o consumidor. No atendimento por chat, o cliente pode tirar dúvidas, negociar e conversar com um vendedor real. É este relacionamento que torna o atendimento pelos canais de mensageria tão interessante para as empresas”, explica Mauricio Trezub, CEO da OmniChat.

Nesse contexto, a OmniChat, empresa líder no segmento de chat-commerce, traz 5 dicas para quem ainda não está vendendo pelo WhatsApp, mas deseja começar. Confira!

1. Tenha apenas um número para realizar o atendimento: Mesmo que sua empresa seja pequena, ou que você não tenha muitos funcionários que irão realizar esse trabalho de se comunicar via chat-commerce, é essencial que a marca tenha apenas um número, e que jamais utilize números pessoais dos atendentes. Isso dá margem para uma falta de controle das conversas, prejudicando as métricas de vendas e mostra uma falta de profissionalismo. Além disso, com a entrada da Lei Geral de Proteção de Dados, ter apenas um número ajuda a preservar informações fornecidas no chat.

2. Utilize outras redes sociais para deixar o link direcionado para o WhatsApp da marca: O interessante de utilizar outras redes sociais para divulgar o canal de mensagens da empresa é que essas mídias são acessíveis e criam uma conectividade com o público, o que torna a comunicação mais próxima. Existem diversas formas de fazer isso, a mais simples é colocar o número do seu WhatsApp na bio de todas as redes sociais vinculadas a sua empresa.

3. Tenha um catálogo atualizado e intuitivo: O catálogo é um recurso oferecido pelo próprio WhatsApp desde 2018 para as contas Business, e se essa ferramenta for bem utilizada, facilita muito o processo de visualização do cliente, porque mostra todos os produtos disponíveis. Não se esqueça de sempre adicionar o valor, pois muitas pessoas se sentem afastadas de uma compra quando não tem o preço de um produto já explicitado no catálogo. Essa também é uma boa ferramenta para os pequenos empreendedores que não têm site próprio.

4. Invista no conhecimento de seus atendentes: Um bom vendedor faz muita diferença, e essa é talvez a principal diferença do chat-commerce para o e-commerce tradicional. Por isso, invista no conhecimento dos seus atendentes, tanto em questão de produtos, quanto em educação, tempo de resposta e humanização na hora do contato. Também é importante frisar que erros de português precisam ser evitados, pois passam uma sensação para o cliente de que algo está incorreto e eles podem desistir da compra.

5. Explore os recursos do aplicativo: O WhatsApp proporciona recursos muito interessantes que mantém a conversa o mais natural possível e próximo de uma experiência presencial. O envio de áudios, emojis, imagens e figurinhas são recursos que aproximam sua marca do cliente, tornando a experiência de compra mais simpática e leve. Além disso, o próprio aplicativo na sua versão para negócios permite a empresa colocar respostas automáticas, o que é interessante para programar em momentos que não existe expediente e um cliente manda uma mensagem.

Sobre a OmniChat

A OmniChat é uma startup líder em chat-commerce no Brasil. Fundada em 2016, em Curitiba, pelos empreendedores Mauricio Trezub e Flávio Negrão, a empresa conta com mais de 10 mil vendedores utilizando a sua solução e já ajudou mais de 300 marcas no relacionamento com seus clientes, entre elas, Arezzo, O Boticário, Leroy Merlin, Swarovski, Marisa, Schutz, Hering, entre outras. Mais informações em: www.omni.chat/ 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Com terceira posição ameaçada, Fortaleza busca pontuar contra Atlético-MG

11:49 | Set. 10, 2021
Autor Horácio Neto
Foto do autor
Horácio Neto Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Fortaleza entra em campo precisando pontuar para assegurar a terceira posição no Campeonato Brasileiro. Com 33 pontos, o Leão está à frente de Bragantino (4º), com 32, e do Flamengo (5ª), com 31, porém tem mais jogos que as duas equipes. O Tricolor já realizou 19 confrontos, enquanto o Massa Bruta fez 18 e o Rubro-Negro apenas 16. Para garantir a colocação, o time do Pici terá que roubar pontos do líder Atlético-MG no confronto direto no Castelão. 

A boa notícia para o Tricolor é que terá outro embate direto na rodada, o confronto entre o Palmeiras (2º) contra o Flamengo (5º). Em caso de derrota do Palestra e uma vitória do Leão diante do Galo, os cearenses chegariam aos 36 pontos e passaria o Alviverde, que tem 35. Caso o revés ocorra do lado Rubro-Negro, não seria ruim para o Fortaleza, já que os cariocas se manteriam com 31 e não ameaçariam a terceira posição.

Se por um lado haverá um difícil confronto entre segundo e quinto colocados, o Bragantino, quarto lugar, entrará em campo com grande favoritismo na partida contra a Chapecoense, lanterna da Série A. Apesar do Massa Bruta não ser um dos melhores mandantes, conquistando apenas 12 pontos em seus domínios, a equipe do interior paulista vai enfrentar o pior visitante do Brasileirão e, ao lado do Ceará, os únicos times que não venceram fora de casa. Outro ponto que dificulta esperar algum resultado negativo para o clube de Bragança é o encontro do segundo melhor ataque (29) com a segunda defesa mais vazada (31).

O confronto direto entre o Rubro-Negro e o Alviverde e o favoritismo do Bragantino tornam os pontos da partida contra o Atlético-MG ainda mais importante para o Fortaleza. Em busca de recuperação no Campeonato Brasileiro após quatro jogos sem vencer, o Leão defenderá a invencibilidade na Arena Castelão e o bom retrospecto contra o G-6 como armas para encarar o Galo no domingo, 12, às 16 horas, pela 20ª rodada da Série A.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Covid-19: seis regiões são reclassificadas para risco moderado no Rio

Saúde
11:42 | Set. 10, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A cidade do Rio de Janeiro reclassificou seis das 33 regiões administrativas do município para o risco moderado de transmissão da covid-19, na cor amarela. São elas: Portuária, São Conrado, Penha, Ilha de Paquetá, Santa Tereza e Barra da Tijuca. As outras 27 regiões seguem com risco alto, de cor laranja e as medidas de proteção e distanciamento foram prorrogadas até o dia 20 de setembro.

As informações foram apresentadas no 36º Boletim Epidemiológico da prefeitura, na manhã de hoje (10). Segundo o superintendente de Vigilância Epidemiológica, Márcio Garcia, o atendimento na rede de urgência e emergência para síndrome gripal e Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), que indicam suspeita de covid-19, tiveram uma redução nos últimos dias, que se confirma na queda das internações pela doença nas unidades de saúde.

“Comparando a semana passada com a semana 33, de duas semanas anteriores, temos uma redução de 26% nos casos confirmados. Antes a gente tinha 10% de redução. A nossa fila para internação continua zerada e ontem chegamos a ficar abaixo de 700 pessoas internadas, isso é um resultado bastante importante para o momento que estamos vivendo.”

O secretário de Saúde do município, Daniel Soranz, destacou que a variante Delta do Sars-CoV-2 já responde por 95,8% dos casos de covid-19 na cidade, mas que ela tem apresentado uma menor letalidade, o que pode ser efeito do avanço da vacinação.

“Já tivemos 1.400 pacientes internados com covid-19 e agora temos 683, é uma queda de mais de 50%. Claro que não mantemos esses leitos abertos, aí consequentemente a taxa de ocupação aumentaria. Temos fila zerada, então não faz sentido manter os leitos para covid. Nas últimas duas semanas, começamos a ver uma queda muito expressiva de solicitações de internações hospitalares. A gente já esperava que isso fosse acontecer, com o aumento da cobertura vacinal.”

De acordo com Soranz, 55,7% dos adultos da cidade já estão totalmente vacinados, com a dose única da Jansen ou com as duas doses da Coronavac, Astrazeneca ou Pfizer.

Vacinação

O município bateu o marco de 8 milhões de doses aplicadas e 97% das pessoas com 18 anos ou mais já receberam pelo menos a primeira dose da vacina contra a covid-19. Entre o público alvo da campanha de vacinação, a partir de 12 anos de idade, 78,7% estão com a primeira dose e 43,7% foram totalmente imunizados.

Segundo a estimativa populacional, ainda não receberam a primeira dose 67% dos adolescentes de 12 a 17 anos, 13% das pessoas de 18 e 19, 8% entre 20 e 29 anos, 6% de 30 a 39 anos, 5% de 70 a 74 anos e também de pessoas acima de 80 anos. A faixa de 65 a 69 anos já está 100% com o esquema vacinal completo e nas demais faixas, 100% tomaram pelo menos a primeira dose.

De acordo com o secretário, o município tem estoque de vacinas para aplicar a primeira dose até amanhã. Hoje, está prevista a imunização dos meninos de 15 anos e amanhã ocorre a repescagem para 15, 16 e 17 anos, além de gestantes, puérperas, lactantes e pessoas com deficiência a partir de 12 anos, bem como a aplicação da segunda dose. No sábado os postos funcionam de 8h às 12h.

Segundo Soranz, o município espera receber nos próximos dias 150 mil doses de vacinas. A Secretaria de Estado de Saúde (SES) está distribuindo desde ontem 265.480 doses de vacinas para os 92 municípios do estado, sendo 167.200 doses de Coronavac para as duas aplicações e 98.280 da Pfizer para primeira dose.

Evento teste

Quanto à realização de eventos testes com público, como o jogo do Flamengo contra o Grêmio, no dia 15 de setembro, no Maracanã, pela Copa do Brasil, o secretário destacou que a prefeitura observa como os testes são feitos em outras partes do mundo e que os protocolos apresentados pelo clube carioca são “de muita qualidade”.

“É importante que a gente comece a ter algum tipo de retomada. Acompanhamos o que a União Europeia fez, os Estados Unidos também, com o basquete. Na maioria desses locais bastava somente a apresentação do teste de antígeno ou PCR de 48 horas. Consideramos que é importante o teste, junto com a situação vacinal e o uso de máscara”.

De acordo com o secretário, todas as pessoas que estiverem no evento serão monitoradas por 15 dias pela secretaria. O Flamengo só irá liberar o ingresso comprado após a apresentação do teste em laboratório credenciado. O secretário explicou que o Decreto n° 49.336, de 26 de agosto de 2021, publicado em 27 de agosto, vale para todos os clubes de futebol.

O decreto estabelece “critérios para a seleção de interessados na organização e realização de eventos-teste voltados à avaliação de parâmetros técnicos e científicos relativos ao contágio por covid-19, em eventos em geral, congressos, feiras, competições esportivas, shows e festas com a presença de público, visando à adoção de medidas de proteção e estimulo a ações de testagem”.

Os três eventos-teste previstos para o Complexo Esportivo do Maracanã terão um aumento de público gradual. O jogo do dia 15 poderá contar com 35% da capacidade do estádio. No dia 19 de setembro, o Flamengo volta a enfrentar e Grêmio, desta vez pelo Campeonato Brasileiro, e poderá ter 40% da ocupação.

No jogo Flamengo e Barcelona de Guayaquil, pela Taça Libertadores da América no dia 22 de setembro, a ocupação poderá chegar a 50%. Será exigido o distanciamento de 1 metro entre os torcedores.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Petrobras muda modelos de contrato para venda de combustíveis

Economia
11:42 | Set. 10, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Petrobras aprovou novos modelos contratuais para venda de gasolina A (sem adição de etanol) e de óleo diesel (rodoviário e marítimo) para as distribuidoras de combustíveis. A Petrobras não deu detalhes sobre os novos modelos, mas informou que não haverá mudanças em sua política de preços desses produtos.

De acordo com a empresa, suas práticas de precificação continuarão sendo alinhadas aos mercados internacionais.

A decisão de fazer novos modelos contratuais com as distribuidoras visa a aumentar a competitividade e trazer flexibilidade para a empresa na adoção de novas estratégias comerciais.

“No cenário atual do mercado, caracterizado pela entrada de produto importado por terceiros e pelo processo de desinvestimento de ativos de refino, torna-se necessário promover aperfeiçoamentos em algumas cláusulas comerciais e operacionais. Esses ajustes, definidos com base na experiência obtida ao longo do período de vigência dos atuais contratos e em decorrência de feedback dos clientes, buscam fortalecer a relação comercial com nossos clientes e a competitividade da companhia”, diz a Petrobras, em nota divulgada hoje (10).

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Brasil abate 13,04 milhões de cabeças de suínos no segundo trimestre

Economia
11:18 | Set. 10, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Brasil abateu 13,04 milhões de cabeças de suínos no segundo trimestre do ano, um recorde na série histórica, que começou em 1997. A quantidade significa uma elevação de 7,6% na comparação com o mesmo período de 2020 e aumento de 2,9% em relação ao primeiro trimestre. 

Também de abril a junho, o abate de cabeças de frangos atingiu 1,52 bilhão. É o melhor segundo trimestre na série histórica da pesquisa, com aumento de 7,8% na comparação com o mesmo período de 2020, mas recuo de 3% em relação ao primeiro trimestre.

O abate de bovinos foi de 7,08 milhões de cabeças. Embora seja 7,4% maior que o resultado do primeiro trimestre, é o mais baixo número para um segundo trimestre desde 2011, e 4,4% inferior ao segundo trimestre de 2020.

Os dados fazem parte da Estatística da Produção Pecuária, divulgada hoje (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

Para o gerente da pesquisa, Bernardo Viscardi, o resultado recorde das exportações de carne suína in natura, com o pico das vendas para o exterior em junho, ajudou a compor esse cenário. “O consumo interno também foi importante, já que o preço da carne do porco é mais acessível do que a de boi”, disse.

De acordo com o IBGE, o abate de bovinos manteve a tendência que começou em 2020, com a retenção de fêmeas por conta do elevado preço do bezerro. Mesmo com a retração do abate, o volume de carne bovina in natura exportada foi o segundo maior obtido em um segundo trimestre, conforme a Secretaria de Comércio Exterior do Ministério da Economia (Secex), com recorde para o mês de abril, somando 125,50 mil toneladas.

Os números do abate de frangos também foram influenciados pela exportação. Atingiram o melhor patamar desde o terceiro trimestre de 2018. “Aliado à boa liquidez do mercado doméstico, esse fato contribuiu para elevar os preços da carne e do animal vivo”, explicou.

Leite

A aquisição de leite cru alcançou 5,82 bilhões de litros no segundo trimestre, o que representa redução de 1% ante o segundo trimestre de 2020 e queda de 11,4% em relação ao trimestre imediatamente anterior.

Segundo Bernardo Viscardi, o setor tem comportamento cíclico e, por causa do período mais seco, os segundos trimestres regularmente apresentam a menor produção anual. “Nesse ano, a seca foi mais intensa em muitos estados produtores, principalmente nas regiões Sul e Centro-Oeste, o que afeta as pastagens, a alimentação natural da vaca. E o preço dos insumos da ração, suplementos necessários nessa condição, também ficaram mais caros”, disse.

Viscardi destacou também que apesar do preço do leite ter aumentado para o consumidor final, a alta não foi na mesma proporção do preço dos insumos da suplementação. “É mais difícil repassar o aumento de custo para o consumidor final, o que naturalmente desencoraja a produção”, explicou.

Apesar da redução na produção de leite, o resultado representa a terceira maior captação do produto acumulada em um segundo trimestre, mas abaixo dos resultados alcançados em 2020, de 5,87 bilhões de litros, e de 2019, de 5,86 bilhões de litros. 

A produção de ovos de galinha registrou 985,70 milhões de dúzias no segundo trimestre, um avanço em relação ao apurado no segundo trimestre de 2020 (0,9%) e em relação à produção do primeiro trimestre de 2021 (0,5%). Com o resultado, a produção representou recorde para um segundo trimestre, sendo a quarta maior produção da série histórica da pesquisa.

Couro

A Pesquisa Trimestral do Couro mostrou que os curtumes receberam 7,51 milhões de peças, uma elevação de 2,6% em relação ao segundo trimestre de 2020 e de 6,2% na comparação com o período de janeiro a março de 2021 . A redução de bovinos disponíveis para o abate impactou a aquisição do couro, que está próxima aos níveis de 2003, mesmo com o crescimento entre abril e junho de 2021.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Ex-Grêmio, Jael projeta reencontro e almeja evolução do Ceará no returno da Série A

Camisa 9
11:16 | Set. 10, 2021
Autor Afonso Ribeiro
Foto do autor
Afonso Ribeiro Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Além do técnico Tiago Nunes, que estreará no comando do Ceará, o atacante Jael também reencontrará um velho conhecido na partida diante do Grêmio-RS, no próximo domingo, 12, às 11 horas, em Porto Alegre, pela 20ª rodada da Série A. Jogador do Tricolor entre 2017 e 2019, o camisa 9 mira uma vitória no embate e projeta evolução do Alvinegro sob novo comando.

No clube gaúcho, o centroavante de 32 anos conquistou o título da Copa Libertadores e um Campeonato Gaúcho, além de balançar as redes em jogos importantes e virar xodó da torcida. Na disputa por uma vaga no time titular do Vovô, o jogador esperar conquistar um triunfo na velha casa.

"Todos tentando dar o seu melhor para poder entender o mais rápido possível o que o Tiago vem passando. Tem sido uma semana proveitosa, que todo mundo tem dado o melhor de si. Agora é ter esse primeiro jogo e espero que a gente consiga um grande resultado e possa ter uma sequência de bons jogos", disse Jael à Vozão TV, canal oficial do clube no YouTube.

Depois da troca no comando técnico, com a demissão de Guto Ferreira, Tiago Nunes iniciou os trabalhos no último dia 1º e desde então teve o calendário livre para os treinos - o jogo contra o Palmeiras, pela 19ª rodada do Brasileirão, foi adiado. O atacante destaca a qualidade do elenco e afirma que o novo modelo de jogo pode contribuir para a equipe alçar voos maiores.

"A gente espera sempre fazer o nosso melhor, sempre almejando estar subindo na tabela. Nós temos um time de muita qualidade. Com o trabalho e a qualidade que a gente vem desempenhando nesses dias de treino com o Tiago, a gente tem tudo para fazer um grande segundo turno. Espero que a gente possa fazer o torcedor feliz, subir na classificação e ser melhor do que no ano passado", projetou o camisa 9.

Reforço do Ceará para a temporada 2021, Jael disputou 18 partidas e anotou quatro gols. O centroavante é um dos cinco jogadores pendurados com dois cartões amarelos para a sequência do Campeonato Brasileiro.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags