PUBLICIDADE
Tecnologia
NOTÍCIA

Vazamento de mais de 8 bilhões de senhas pode ser o maior da história

De acordo com site americano, o número de senhas divulgados pode ultrapassar a quantidade de usuários atuais da internet

23:30 | 08/06/2021
O vazamento pode prejudicar pessoas que usam a mesma senha em diversas contas (Foto: AFP)
O vazamento pode prejudicar pessoas que usam a mesma senha em diversas contas (Foto: AFP)

Mais de 8,4 bilhões de senhas podem ter sido compartilhadas ilegalmente na internet, sendo o maior vazamento de dados registrado na história. De acordo com o portal Uol, aparentemente a ação foi motivada pelo compartilhamento de um arquivo de texto de 100 GB em um fórum de hackers. O caso foi chamado de RockYou2021, que faz referência a acontecimento semelhante, em 2009, chamado RockYou. Na época, foram expostas cerca de 32 milhões de senhas. 

De acordo com o site CyberNews, especializado em segurança na internet e tecnologia, o indivíduo que compartilhou o documento no fórum declarou que o arquivo reunia 82 bilhões de acessos na base de dados. Posteriormente o número foi fixado em 8,4 bilhões. O valor ainda surpreende e supera em quase duas vezes o total estimado de usuários da internet, de 4,7 bilhões de pessoas. As combinações das senhas tinham entre seis e 20 caracteres, sem os espaços em branco e com exceção de ASCI, um tipo de linguagem unificada para computadores.

 

Os códigos de segurança teriam sido reunidos ao longo de anos, combinando dados de vazamentos anteriores. De acordo com o CyberNews, a ameaça pode ter tido o intuito de construir um "dicionário" de acessos para facilitar ataques. Se for o caso, a ação pode impactar, principalmente, quem usa a mesma senha em várias contas. "Como a maioria das pessoas reutiliza suas senhas em vários aplicativos e sites, o número de contas afetadas por invasões de credenciais e ataques de pulverização de senhas após esse vazamento pode chegar a milhões, senão bilhões", diz a publicação.

O que fazer?

Antes do RockYou2021, o título de maior vazamento de dados da história era do COMB, ou Compilation of Many Breaches, que expôs 3,2 bilhões de dados em fevereiro deste ano. É aconselhável atualizar todas as suas senhas. Nesses casos, é aconselhável que os usuários alterem as senhas de suas contas, fazendo combinações de números, caracteres e letras maiúsculas e minúsculas. Ainda, devem evitar usar datas de aniversários de conhecidos e nomes de parentes.

O CyberNews também disponibilizou ferramentas que auxiliam os usuários a saberem se seus dados foram expostos. As buscas que podem ser feitas tanto pelo e-mail e número de celular, quanto pela senha utilizada