PUBLICIDADE
Tecnologia
NOTÍCIA

Samsung revela processador que equipará linha Galaxy S21

Exynos 2100 tem suporte a câmeras de até 200 megapixels e pode receber imagem de quatro sensores ao mesmo tempo; componente também tem suporte integrado a redes 5G

Bemfica de Oliva
19:50 | 12/01/2021
Novo processador Exynos 2100, da Samsung, deve equipar a próxima linha de smartphones topo de linha da empresa, Galaxy S21, que será lançada ainda esta semana (Foto: Divulgação/Samsung)
Novo processador Exynos 2100, da Samsung, deve equipar a próxima linha de smartphones topo de linha da empresa, Galaxy S21, que será lançada ainda esta semana (Foto: Divulgação/Samsung)

A Samsung revelou nesta terça-feira, 12, seu novo processador topo de linha, o Exynos 2100. Equivalente ao "cérebro" de um eletrônico, o componente irá equipar os smartphones da linha Galaxy S21, que serão anunciados na próxima quinta-feira, 14.

O Exynos 2100 é fabricado em tecnologia de 5 nanômetros, a mais avançada disponível atualmente, e possui modem integrado com suporte a redes de 5G - que começarão a operar oficialmente no Brasil ainda este ano. Ele também tem performance entre 10 e 30% superior ao Exynos 990, que equipa a linha Galaxy S20, ou consumo de energia 20% menor no mesmo nível de performance.

O processador tem configuração similar ao Snapdragon 888, da Qualcomm, anunciado em dezembro - o Xiaomi Mi 11 é o primeiro celular com o componente da Qualcomm. São oito núcleos: um do tipo Cortex-X1, com máxima performance, três Cortex-A78 de alto desempenho, e quatro Cortex-A55, para tarefas menos exigentes. Tanto o Exynos 2100 quanto o Snapdragon 888 são fabricados pela própria Samsung.

Na parte de vídeo, a GPU Mali-G78 tem 14 núcleos e, segundo a Samsung, performance 40% superior à geração do ano passado. Ainda de acordo com a empresa, a eficiência energética é o dobro do modelo antecessor.

O processador de imagens suporta câmeras de até 200 megapixels, podendo ser ligado a seis sensores e receber informações de quatro deles ao mesmo tempo, o que cria novas possibilidades para captura de fotos e vídeos. Há ainda uma tecnologia que permite unir imagem de várias câmeras do aparelho para melhorar a qualidade em fotos com zoom ou grande-angulares.

O suporte a redes 5G também está incluído, tanto para redes mmWave - que têm velocidades maiores, mas menor cobertura - quanto conexões Sub-6, que alcançam maiores distâncias mas são mais lentas.

O processador irá equipar os novos aparelhos topo de linha da Samsung, a linha Galaxy S21. Os smartphones serão anunciados pela empresa na próxima quinta-feira, 14.