PUBLICIDADE
Tecnologia
NOTÍCIA

Golpes no Instagram: restaurantes são usados com promoções falsas; saiba como se proteger

O POVO apurou cerca de três restaurantes de Fortaleza que tiveram suas informações oficiais copiadas para criação de perfis falsos e golpistas. Confira dicas de como se proteger dos golpes

Marília Freitas
13:44 | 12/11/2020

Golpes cibernéticos já são recorrentes, mas um outro tipo vem sendo disseminado em Fortaleza: a criação de perfis falsos de grandes restaurantes que ofertam bônus quando, na verdade, tudo se trata de um golpe.

O POVO apurou cerca de três restaurantes de Fortaleza que tiveram suas informações oficiais copiadas para criação de perfis falsos e golpistas.

Um dos restaurantes da Capital foi o Mandir, no bairro Benfica. Especialista em cardápio vegano, o estabelecimento denunciou perfis falsos através de uma publicação no Instagram. "Estão usando uma página com nosso nome e nossa foto de perfil, para passar golpes nos clientes!", alertou e disponibilizou maneiras sobre como denunciar a plataforma os golpistas.

 
 
 
Ver essa foto no Instagram

Atencao! Estao usando uma pagina com nosso nome e nossa foto de perfil, pra passar golpe nos nossos clientes! Mas nao precisamos passar por um golpe em meio a um ano extremamente desafiador para todos! Entao eu peco união para denunciar as páginas e alertar o máximo de pessoas, e quanto mais pessoas forem alertadas, mais fraco fica esse golpe, menos pessoas sofreram com ele, e quanto mais pessoas denunciarem melhor! Coloquei o passo a passo de como denunciar essa pagina de bandidos, cliquem nesses tres pontinhos ao lado do nome da pagina @mandiramor.sac e @sac_mandirrestaurante , e sigam o passo a passo! Nao podemos deixar passar sem denunciar! E uma quadrilha muito cretina, eles estao fazendo isso nos melhores restaurantes que conheco e pelo Brasil todo, por isso estao pedindo o codigo de area! Mas vamos nos unir e denunciar! Por favor, divulguem para tooodas as pessoas que conseguirem, e alertem eles sobre esse novo golpe! Nunca passem nenhum tipo de dados pessoas sem antes consultar e pesquisar sobre a possivel promocao! E isso, conto muito com a forca de todos, e vamos derrubar esses bandidos cretinos! *nao estamos ofertando almocos gratuitos, e nunca pedimos dados pessoais de ninguem!

Uma publicação compartilhada por Mandir Restaurante Vegano (@mandir.amor) em

A Kaspersky, empresa focada em soluções de segurança da informação, analisa golpes cibernéticos nas redes sociais brasileiras. Segundo o analista sênior de segurança da empresa, Fábio Assolini, as fraudes são bastante frequentes no Instagram, pois a plataforma tem a peculiariedade de ser popular no País, com milhões de usuários ativos.

Antes de criarem os perfis, os golpistas analisam clientes do local que mantém perfis públicos na rede. Ao perceber os gostos do usuário, criam a conta falsa de algum restaurante que o cliente consumiu recentemente. Dessa forma, copiam o conteúdo do perfil oficial do restaurante, por exemplo, e entram em contato com o consumidor por mensagens diretas (conhecidas como DM) oferecendo benefícios super atrativos - vouchers, cupons de desconto, pratos grátis etc.

Um link acompanha a mensagem, no qual a pessoa deve informar seu número de telefone e informar um código recebido no número. "Na verdade, esse código recebido por SMS é o código utilizado para ativar o Whatsapp em outro aparelho. Dessa forma, há a ativação do WhatsApp em outro dispositivo e assim a clonagem da conta", explica Fábio.

Com os dados, os falsificadores podem entrar em contato com pessoas próximas solicitando resgates, por exemplo, além de aplicar outros golpes. "Ele pode usar a técnica em qualquer rede, até mesmo ligando diretamente para a pessoa", conta o analista. E faz o alerta: mesmo sendo um golpe recorrente, é possível verificar antes de responder ou informar os dados para um suposto perfil.

Uma dica é ver o conteúdo da mensagem. Geralmente, ele é impessoal, padronizado e oferece benefícios muito atraentes. Conferir o perfil que enviou a mensagem e perceber o número de seguidores, publicações ou até mesmo o selo de verificação é uma das opções para não cair em golpes pela rede social.

Foi o que fez a jornalista Carol Andrade. Cliente, ela recebeu a mensagem de um perfil falso ofertando "os dois pratos mais pedidos pela casa" de um famoso restaurante da Capital. Mas logo percebeu que tudo se tratava de um golpe. "Sequer cheguei a responder, não acessei o link pois é uma orientação que geralmente recebemos", conta.

Usuária assídua das redes sociais, Carol logo percebeu que se tratava de um perfil falso devido à pouca quantidade de seguidores e a impessoalidade da mensagem, referindo-se a ela como "Sr(a) Usuário". A jornalista chegou a denunciar o perfil, a plataforma teria recusado a denúncia. "Eles recusaram informando que a conta não infringe nenhuma violação das regras, o que não entendo". Nesta manhã, O POVO tentou acessar a página do perfil, mas o Instagram já havia retirado do ar.

Fábio pontua alguns erros principais da plataforma. "Infelizmente, as equipes de segurança responsáveis pelo Instagram são reativas, ou seja, só removem o conteúdo do ar depois que alguém denuncia como falso. Elas não são proativas em impedir a criação desses perfis", lamenta.

A frequência da falta de monitoramento influencia até mesmo os anúncios recebidos por esses clientes dos restaurantes. Alguns perfis falsos investem intensivamente no golpe e promovem anúncios pagos na plataforma, definindo nichos específicos de idade, gênero e outros requisitos de clientes. Segundo o analista, os anúncios são automatizados por máquinas, não existindo verificações humanas.

"Quando você cria um anúncio, você consegue segmentar a audiência e direcionar o anúncio para que ele apareça para pessoas que já foram em algum hotel ou ponto turístico", conta.

 

Confira as principais dicas para empresas e clientes se protegerem:

- Busque o perfil na plataforma;
verifique a quantidade de seguidores, de publicações e se o perfil mantém o selo de verificado (conhecido como um selo azul na plataforma). Se é um perfil criado recentemente, haverá um número baixo de seguidores.

- Para empresas, mantenha o cuidado da marca; verificar diariamente o seu perfil oficial em buscas do Instagram ajuda a perceber se há perfis falsos sendo criados em nome da empresa. Se comprovado o perfil falso, denuncie a plataforma. Também há empresas terceirizadas que fazem o trabalho de monitoramento.

- Desconfie da mensagem; caso receba alguma solicitação via rede social ou telefone para informar um código recebido por SMS, não informe: esse número é conhecido como OTP ou One Time Password (senha única, em tradução livre). Ou seja, não deve ser repassado para ninguém.