PUBLICIDADE
Tecnologia
NOTÍCIA

Teste de desempenho indica iPhone 12 Pro até 26% mais veloz que antecessor; Apple promete 50%

De acordo com fundador do GeekBench, é normal que primeiros resultados dos testes apresentem pontuação mais baixa do que o esperado, já que os celulares ainda não estão completamente configurados após sair da caixa

12:05 | 16/10/2020
Novos iPhone 12 e iPhone 12 Mini, na foto, são os aparelhos intermediários da Apple, acima do iPhone SE lançado no início do ano; iPhones 12 Pro e Pro Max serão os topo de linha da empresa (Foto: Divulgação/Apple)
Novos iPhone 12 e iPhone 12 Mini, na foto, são os aparelhos intermediários da Apple, acima do iPhone SE lançado no início do ano; iPhones 12 Pro e Pro Max serão os topo de linha da empresa (Foto: Divulgação/Apple)

Os quatro modelos do iPhone 12 foram lançados pela Apple com novo processador Apple A14 Bionic na terça-feira, 13. Na ocasião, a empresa garantiu que o chip tem uma Unidade Central de Processamento (CPU) 50% mais veloz que qualquer celular no mercado.

Assim, os modelos já começaram a ter o desempenho testado em comparação ao iPhone antecessor. De acordo com dados da empresa GeekBench, o iPhone 12 Pro já é 23% mais veloz que o iPhone 11 Pro, enquanto o iPhone 12 Pro Max apresentou resultados entre 20% e 25% em comparação ao 11 Pro Max.

Para chegar a esses números, executa-se um teste de performance chamado benchmark. Ele avalia os eletrônicos de duas maneiras: a partir de um teste de comportamento, no qual o dispositivo é obrigado a trabalhar com vários programas selecionados; e um teste de capacidade real, no qual o dispositivo funciona com softwares do dia-a-dia e é colocado em situações extremas.

LEIA TAMBÉM | Com novo iPhone, Apple pode ajudar conexão 5G a deslanchar globalmente


| Após anúncios, celulares antigos da Apple ficam mais caros


Os dados da GeekBench mostram que o iPhone 12 Pro pontuou 1.597 na avaliação de single-core (a atuação de apenas um núcleo do processador) e 4.152 ao somar os seis núcleos do chip A14 Bionic. Os número do iPhone 11 Pro são, respectivamente, 1.327 e 3.289.

Ainda que o desempenho do novo produto da maçã esteja entre os 20% - quando a empresa promete 50% de velocidade - o fundador da GeekBench, John Poole, afirma que a diferença é normal nos primeiros testes. Segundo ele, os celulares recém-saídos das caixas ainda não estão completamente configurados.

Os testes são interessantes para aqueles usuários mais voltados à tecnologia. A partir da comparação, é possível decidir mais conscientemente qual modelo se encaixa aos usos diários do comprador. Ainda não há data para venda ou disponibilização de preços do iPhone 12 para o Brasil.