PUBLICIDADE
Tecnologia
NOTÍCIA

Google libera gratuitamente ferramenta que possibilita conversação entre 100 pessoas

Serviço, utilizado para promover reuniões corporativas, deve sofrer modificações para funcionar de forma gratuita

22:21 | 03/05/2020
Sessão virtual da Assembleia Legislativa
Sessão virtual da Assembleia Legislativa (Foto: Divulgação / AL-CE)

O Google vai liberar gratuitamente, a partir desta segunda-feira, 4, o serviço de chamada de voz e vídeo Google Meets. A ferramenta, utilizada para promover reuniões corporativas, deve sofrer modificações para funcionar de forma gratuita, sendo adequada para comportar até 100 pessoas por reunião. As informações são do site Tecnoblog.

“Em breve o Google Meet ficará disponível gratuitamente”, é o que informa o anúncio na página da ferramenta via web. Na versão paga, além de participar de reuniões também é possível organizar e agendar elas, com o número máximo de 250 participantes por chamada. Na versão gratuita, o serviço oferecido será o mesmo, mas sofrerá adaptações.

O número de integrantes por chamada, por exemplo, cai para 100 pessoas por reunião, sem limite de duração de tempo até o dia 30 de setembro. Já as videoconferências, de acordo com portal de tecnologia, devem ter duração de até uma hora no máximo.

O serviço será disponibilizado de forma gradual entre os usuários e pode ser acessado via web ou pelos aplicativos para Android e iOS (iPhone e iPad), basta que o usuário tenha uma conta no Google, usada como “credencial de acesso”.

Os aplicativos de conversação ganharam adesão nestes dias de pandemia, com o aumento de trabalhadores atuando em regime de teletrabalho. Parlamentares, magistrados e gestores de empresas que não conviviam com o sistema precisaram se adaptar à ferramenta. Pelo home office, apps como o Zoom e Whereby passaram a ser muito mais usados em encontros corporativos online. Somente o Zoom saltou de 10 milhões para mais de 300 milhões de usuários, segundo informações da IstoÉ Online.