PUBLICIDADE
Tecnologia
NOTÍCIA

Diversão na quarentena: consoles de videogame estão mais caros

Com componentes importados, aparelhos têm preço mais sensível à alta do dólar; notebooks para jogos tiveram aumento menor

Bemfica de Oliva
07:23 | 01/04/2020
Nintendo Switch foi o console com maior aumento no comparador de preços Zoom: 52% mais caro que no final  de fevereiro
Nintendo Switch foi o console com maior aumento no comparador de preços Zoom: 52% mais caro que no final de fevereiro (Foto: Divulgação/Nintendo)

Com a necessidade de isolamento devido à pandemia de coronavírus, que já infectou mais de 5.700 pessoas e levou mais de 200 a óbito somente no Brasil, é comum procurar atividades para passar o tempo. Quem decidiu aproveitar o momento para comprar um console de videogame, porém, está sem sorte: os preços dispararam para os três principais produtos no último mês.

O principal motivo para o aumento é a alta do dólar. A moeda estadunidense abriu o ano de 2020 sendo negociada a R$ 4,01, mas atualmente está em R$ 5,18. O valor é 29% maior que no começo de janeiro. Muitos dos componentes usados nos produtos vêm do exterior e, em alguns casos, o console inteiro é importado.

Segundo o comparador de preços Zoom, os valores para Nintendo Switch, Microsoft XBox One S e Sony Playstation 4 Slim estão em média 35% mais caros que há um mês. A ferramenta online agrega várias lojas virtuais e marketplaces.

O maior aumento foi no preço do Nintendo Switch. A versão de 32 GB podia ser encontrada no site por até R$ 1.899 em 29 de fevereiro, e atualmente o menor valor disponível é de R$ 2.899. O acréscimo foi de 52%.

O XBox One S, da Microsoft, era mostrado no agregador de preços por R$ 1.115 em 25 de fevereiro, na versão de 1 TB. Atualmente o mínimo cobrado pelo aparelho é de R$ 1.475, valor 32% maior.

O Playstation 4 Slim, da Sony, teve o aumento mais tímido, mas ainda assim grande. Vendido por R$ 1.585 com capacidade de 1 TB em 29 de fevereiro, hoje o menor preço é de R$ 1.899. A alta é de 20%.

Melhor custo-benefício

Uma alternativa com melhor custo-benefício pode ser os notebooks gamers. Embora mais caros que os consoles, a portabilidade dos equipamentos e a possibilidade de usá-los para outras tarefas, como navegação na internet e trabalho, podem valer a diferença de preço. O aumento médio desta categoria, de 2,4%, também foi menor nos modelos pesquisados, chegando inclusive a haver caso de redução de valores no último mês.

O Asus ROG Strix G teve aumento de 6,7% (de R$ 7.109 para R$ 7.589), enquanto o Dell G5-5590 subiu 7,1% (R$ 6.374 para R$ 6.829). O Acer Aspire Nitro 5 teve queda de 3,7% (R$ 4.769 para R$ 4.599), enquanto o Acer Predator Helios 300 teve a maior redução, estando 7,7% mais barato (R$ 6.999 para R$ 6.499) que em 29 de fevereiro.