PUBLICIDADE
Tecnologia
NOTÍCIA

Competição nacional de Free Fire é reformulada e se torna Liga Brasileira; saiba o que já rolou na disputa

Após uma completa transformação no formato, a empresa responsável pelo jogo Free Fire Battlegrounds, a Garena, deu início à primeira edição da Liga Brasileira no último sábado, 1º. A competição substitui a Pro League, que já foi disputada em pelo menos três vezes no País

Izadora Paula
22:45 | 12/02/2020
No primeiro fim de semana da Liga Brasileira, a LOUD dominou os dois dias de disputa e teve quase 50% de aproveitamento
No primeiro fim de semana da Liga Brasileira, a LOUD dominou os dois dias de disputa e teve quase 50% de aproveitamento (Foto: Reprodução/LBFF)

Após uma completa transformação no formato, a empresa responsável pelo jogo Free Fire Battlegrounds, a Garena, deu início à primeira edição da Liga Brasileira no sábado, 1º. A competição substitui a Pro League, que já foi disputada três vezes no País. As rodadas acontecem semanalmente, no sábado e no domingo.

A LBFF está dividida entre Séries A, B e C. A Série A conta com partidas presenciais que ocorrem semanalmente, no sábado e no domingo, sendo realizadas dentro do complexo dos Estúdios Quanta, em São Paulo, local considerado o maior espaço do tipo para eSports (esportes eletrônicos), o estúdio possui mais de 1.200 metros quadrados.

A elite da competição é composta pelos principais times do cenário nacional. Entre eles, o Corinthians, campeão da Pro League 3 e atual campeão do Campeonato Mundial de Free Fire, e a LOUD, campeã da Copa América. Além desses, também participam da Série A os times B4, Black Dragons, Furia, INTZ, paiN Gaming, PRG, Red Canids, SKS, Team Liquid e Vivo Keyd.

Estes times se enfrentam em 12 partidas semanais, seis no sábado e mais seis no domingo. A pontuação obtida nos finais de semana é acumulada durante a competição, que tem a primeira fase sendo realizada até o dia 15 de março. Ao todo, serão três etapas da LBFF ao longo do ano, e times serão rebaixados e promovidos entre as divisões.

A Série C será composta por centenas de times de entrada, que também será o local de início para novos jogadores. Todos os times amadores que se inscreveram na competição passam pela Série C, onde se enfrentarão em diversas rodadas buscando acumular pontos para acessar a Série B. Série B não existe na primeira etapa, já que será formada pelos times que subirem da Série C e pelos que caírem da Série A, além daqueles que não conseguirem passar pelo Grupo de Acesso.

Em todas as divisões, os times irão acumular pontos ao longo da Liga. Para entender como são contados os pontos e como funciona a LBFF, assista o vídeo da Garena, empresa responsável pelo Free Fire e organizadora do evento.

LOUD domina o primeiro final de semana da LBFF, mas decai no segundo

A atual campeã da Copa América, competição mais recente disputada pela elite do cenário nacional de Free Fire, não decepcionou e garantiu o primeiro lugar no início da disputa da Liga Brasileira. A LOUD, que foi vice-campeã da terceira Pro League e possui uma das maiores torcidas do Brasil, venceu cinco das 12 partidas disputadas no sábado, 1º, e domingo, 2.

Com elenco formado pelos experientes William "Will", Heverton "ShariiN", Vinícius "ViniZx", Samuel "Bradoock" e a reserva Carolina Voltan, os integrantes da equipe formada pelo já famoso streamer e player Bruno PlayHard fizeram muito barulho ao conquistar quase 50% de aproveitamento na primeira fase da disputa, que se estende até 15 de março.

Entretanto, na segunda rodada, disputada nos dias 8 e 9 de fevereiro, a Team Liquid arrancou na disputa e conseguiu vencer 4 das 12 partidas disputadas, ultrapassando a LOUD. A atuação da agora segunda colocada foi apagada, mas uma vitória alcançada no domingo, 9, e a pontuação acumulada na rodada anterior garantiu o segundo lugar na competição.

Ao fim da segunda rodada, a classificação ficou assim:

1° Team Liquid 496
2° LOUD 488
3° Vivo Keyd 445
4° paiN Gaming 426
5° RED Kalunga 381
6° INTZ 355
7° Corinthians349
8° BD Los Grandes 323
9° PRG 297
10° FURIA 281
11° B4 247
12° SKS 218

A próxima rodada, que deveria ser disputada no próximo final de semana, dias 15 e 16. foi cancelada pela organização do evento. A justificativa utilizada pela Garena é que as fortes chuvas que atingiram a cidade de São Paulo na noite de domingo, 9, e ao longo da segunda-feira, 10, atingiram o estúdio onde o campeonato é realizado. “Por razões de segurança de nossa equipe e dos times, decidimos adiar a transmissão da LBFF para uma data futura”, explica o comunicado, publicado no Twitter do Free Fire Brasil. Uma nova data ainda será definida e divulgada pela organização através das redes sociais.