PUBLICIDADE
Tecnologia
NOTÍCIA

Netflix tem quase tantos usuários quanto TV paga no Brasil

Chegando aos 15 milhões de assinantes, serviço de streaming continua crescendo

Bemfica de Oliva
09:03 | 06/02/2020
Plataforma de streaming já tem 15 milhões de assinantes do Brasil, segundo um funcionário da empresa que não quis se identificar
Plataforma de streaming já tem 15 milhões de assinantes do Brasil, segundo um funcionário da empresa que não quis se identificar (Foto: Alastair Pike / AFP)

Os serviços de streaming têm tido expressivo crescimento no País, graças a questões como o aumento na velocidade média das conexões de internet e possibilidade de pagamento por boleto bancário. Um funcionário da Netflix, que pediu sigilo, informou que a o serviço beira os 15 milhões de assinantes no Brasil e está prestes a superar todas as operadoras de TV por assinatura somadas. As informações são do site NaTelinha.

O número de usuários de TV por assinatura segue em queda quase contínua no Brasil desde 2014, de acordo com dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). De quase 20 milhões de assinantes ao fim daquele ano, a redução constante levou a pouco mais de 16 milhões em agosto de 2019, data do último levantamento feito pela agência.

Os dados da Netflix não são oficiais, pois a empresa não revela o número de assinantes, apenas a receita total. Outra informação interna obtida pelo site é um estudo que indica que cerca de 50 milhões de brasileiros são atingidos pelo conteúdo do serviço de streaming, pois cada assinatura pode ser compartilhada em até quatro perfis, dependendo do plano contratado.

A preferência dos consumidores pelas plataformas de streaming pode ser explicada pela diferença de valores entre os serviços: o plano mais barato de TV por assinatura disponível em Fortaleza custa R$ 64,90 por mês. Com este valor dá para pagar até quatro dos serviços de streaming mais baratos no mercado: Amazon Prime Video e Apple TV+ custam R$ 9,90 por mês cada, por R$ 25,00 pode-se contratar o Crunchyroll, especializado em animações japonesas, e com mais R$ 21,90 paga-se o Globoplay, com programação nacional. O valor total fica em R$ 66,70. Há, ainda, a vantagem de poder assistir o conteúdo em diversos dispositivos, em qualquer lugar, sem se prender a uma grade fixa de programação.