PUBLICIDADE
Notícias

Pixinguinha é homenageado por Google no Dia Nacional do Choro

Na logomarca do Google desta desta quarta-feira, a página principal do site de buscas mostra uma ilustração do artista tocando sax

10:50 | 23/04/2014
NULL
NULL
Alfredo da Rocha Vianna Filho, o Pixinguinha, é o homenageado pelo Doodle, do Google, desta quarta-feira, 23. Se ainda estivesse vivo, o músico completaria 117 anos. O flautista, saxofonista, compositor e arranjador carioca é considerado um dos maiores nomes da música popular brasileira. Por ter contribuído para a popularização do choro, o gênero musical também é comemorado no dia do seu aniversário no Brasil. Pixinguinha faleceu no dia 17 de fevereiro de 1973.

Na logomarca do Google desta desta quarta-feira, a página principal do site de buscas mostra uma ilustração do artista tocando sax. Ao clicar nela, o usuário recebe uma série de resultados sobre suas músicas e obra.

O apelido

O primeiro apelido de Alfredo era Pinzidim, criado pela avó. O verbete significava "menino bom" em um dialeto africano. No entanto, ainda não havia uma grafia para o apelido, justamente por ser uma palavra de origem africana e não usada no Brasil. Em 1917, se tornou "Pechinguinha" no disco "Grupo do Pechinguinha". Apenas nos anos 20, quando realizou sua turnê internacional com o grupo Oito Batutas que definiu o nome que o consagrou: Pixinguinha.

Legado

Desde criança, Pixinguinha participava de rodas de choro da famosa casa da Tia Ciata, onde nasceu o primeiro samba gravado, "Pelo telefone", composto por Donga e Mauro de Almeida. Aos 13 anos, o jovem entrou para a orquestra do rancho carnavalesco Filhas de Jardineira, e também estreou nos discos. Em 1914, assinou sua primeira composição, Dominante, e entrou para o grupo Caxangá, com Donga e João Pernambuco.

Pode ser considerado o primeiro maestro-arranjador contratado por uma gravadora no Brasil, a RCA Victor, nos anos 30. Por ter popularizado o choro no país, o bandolinista Hamilton de Holanda e os alunos da Escola de Choro Raphael Rabello sugeriram o Dia Nacional do Choro no mesmo dia do aniversário do músico. A lei aprovando a data foi sancionada em 2000, sendo considerada um marco para os amantes do gênero musical.

Agência Brasil

TAGS