Participamos do

Rio tem 600 mil pessoas aptas a tomar o reforço da vacina

14:49 | Jan. 27, 2022
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Entre os 5,4 milhões de pessoas da cidade do Rio de Janeiro que já completaram o esquema vacinal básico contra a covid-19, com duas doses ou a dose única, cerca de 600 mil já estão aptas a receber a dose de reforço, mas ainda não retornaram aos postos.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) alertou que a proteção oferecida pelas vacinas diminui ao longo do tempo, por isso há a necessidade de reforçar a imunização após 4 meses da segunda dose, para não colocar a campanha de vacinação em risco.

Os painéis da prefeitura indicam que 456,6 mil pessoas tomaram a primeira dose da vacina e não retornaram aos postos para completar o esquema básico contra a covid-19. Outras 16,7 mil não receberam nem a primeira imunização. Esses números vêm diminuindo gradativamente, já que na semana passada eram 470 mil sem a segunda dose e 19 mil sem nenhuma.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Da população total da cidade, 87,7% receberam a primeira dose, 82,1% estão com a segunda dose ou dose única e 33,5% já tomaram a dose de reforço. Da população elegível para tomar a vacina a partir dos 5 anos de idade, 92,3% receberam a primeira dose e 87,4% estão com o esquema de duas doses completo.

De acordo com a Fiocruz, quem teve covid-19 precisa aguardar 30 dias para se vacinar, contados a partir do início dos sintomas ou da testagem positiva, em caso de assintomáticos.

Vacinação infantil

Até o momento, foram vacinadas 70,1 mil crianças de 5 a 11 anos de idade na cidade, o que equivale a 13% do total de 560 mil esperadas pela prefeitura. Desse total, 2.405 são portadoras de alguma comorbidade e 1.534 são crianças com deficiência. Meninos e meninas nessas condições podem ser levadas aos postos em qualquer dia, independente do calendário por idade.

Hoje (27), podem ser vacinadas as crianças de 9 anos de idade e amanhã e no sábado é a vez das de 8 anos de idade ou mais. Na próxima semana, volta o esquema de um dia para meninas, outro para meninos e o terceiro para a repescagem, em idade decrescente, terminando o cronograma no dia 9 de fevereiro com a repescagem para crianças a partir dos 5 anos de idade. Porém, de acordo com a disponibilidade de doses, a Secretaria de Saúde informou que pode adiantar o calendário.

Situação epidemiológica

Entre os 228 mil casos confirmados apenas este mês de janeiro na cidade, o que já corresponde a 77% de todos os casos registrados de covid-19 em todo o ano de 2021 e ultrapassou em 4% o total dos casos de 2020, 11 mil foram em crianças até 9 anos de idade e 15,2 mil em jovens de 10 a 19 anos de idade. Os casos graves somam 1.071 este ano e os óbitos chegaram a 160.

Das 1.218 pessoas que precisaram de internação na rede municipal este mês por covid-19, 202 foram de pessoas com menos de 40 anos de idade. No momento, o painel da prefeitura indica 750 internados por covid-19.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags