PUBLICIDADE
Saúde
NOTÍCIA

Covid-19: DF faz nova flexibilização das medidas de distanciamento

20:09 | 17/06/2021
O governo do Distrito Federal (GDF), após 29 dias do decreto que  suspendeu uma série de atividades consideradas não essenciais, autorizou a reabertura hoje (29) do comércio local. (Foto: /Agência Brasil)
O governo do Distrito Federal (GDF), após 29 dias do decreto que suspendeu uma série de atividades consideradas não essenciais, autorizou a reabertura hoje (29) do comércio local. (Foto: /Agência Brasil)

O Governo do Distrito Federal (GDF) anunciou hoje (17) uma nova flexibilização das medidas de distanciamento em vigor na capital do país. Um novo decreto será publicado amanhã (18) autorizando que clubes possam liberar o uso de churrasqueiras, saunas e salões de festa, desde que respeitados protocolos de segurança.

Cursos de capacitação e profissionalizantes também serão autorizados. Mas, assim como nas instalações de clubes permitidas, será preciso cumprir protocolos de segurança envolvendo distanciamento, uso de máscara e higienização de mãos de participantes.

Pelas novas regras, as academias poderão voltar a adotar catracas, o que está proibido no momento. Contudo, esse instrumento de controle do acesso não poderá recorrer à biometria, que segue vetada.

Para a volta às aulas, prevista para agosto deste ano, o novo decreto vai reduzir o distanciamento entre alunos e profissionais de 1,5 metro para 1 metro. Em entrevista coletiva, o secretário da Casa Civil do DF, Gustavo Rocha, justificou que este é o parâmetro adotado pelo Ministério da Educação.

As mudanças preveem também que pessoas com comorbidades e com mais de 60 anos possam retornar ao trabalho. Essa volta só pode ocorrer 30 dias após o indivíduo receber a segunda dose de vacina.

“Este era um pedido porque segmentos não estavam contratando pessoas com essas características. Por isso foi feita essa alteração”, disse Gustavo Rocha, apresentando as motivações para a medida.