PUBLICIDADE
Saúde
NOTÍCIA

Cidade do Rio de Janeiro começa a vacinar hoje mulheres com 59 anos

09:29 | 31/05/2021
Vacinação drive thru na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), zona norte do Rio. A cidade do Rio de Janeiro retoma hoje (25) sua campanha de aplicação da primeira dose da vacina contra a covid-19 em idosos da população em geral. Hoje serão vacinados os idosos com 82 anos. (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)
Vacinação drive thru na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), zona norte do Rio. A cidade do Rio de Janeiro retoma hoje (25) sua campanha de aplicação da primeira dose da vacina contra a covid-19 em idosos da população em geral. Hoje serão vacinados os idosos com 82 anos. (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

O município do Rio de Janeiro inicia hoje (31) a vacinação contra a covid-19 por faixa etária, após cobrir os grupos prioritários de idosos e de pessoas com deficiência e com comorbidades, encerrado no sábado (29). Nesta segunda-feira, poderão se vacinar mulheres com 59 anos e amanhã os homens com essa idade. Na quarta-feira (2) pode comparecer qualquer pessoa com 59 anos ou mais.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informa que o calendário segue o escalonamento etário reduzindo gradativamente, sempre com três dias para cada idade: primeiro mulheres, depois homens e o terceiro é uma repescagem para quem perdeu o seu dia. Até o final de junho, o cronograma municipal prevê imunizar pessoas de 51 anos ou mais.

Segundo a SMS, a previsão é alcançar toda a população residente na cidade acima de 18 anos em cinco meses, até 23 de outubro, com meta de 90% de cobertura. Com isso, devem ser imunizadas contra a covid-19 4,7 milhões de pessoas, o que representa 75% da população total. O calendário completo pode ser consultado no site da prefeitura.

De acordo com o governo municipal, até a última quinta-feira (27), mais de 2 milhões de pessoas haviam tomado a primeira dose, o que representa 31% da população carioca. Um total de 946.290 já receberam também a segunda dose e completaram o esquema vacinal. O grupo dos idosos alcança 97,7% de cobertura com a primeira dose.

A data para a aplicação da segunda dose é anotada a lápis no comprovante de vacinação que a pessoa recebe ao tomar a primeira dose. Se estiver com a segunda em atraso, a pessoa deve retornar ao local de vacinação onde tomou a primeira o quanto antes.