PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Saúde
NOTÍCIA

Governo do DF contratará servidores aposentados para combater pandemia

15:12 | 23/03/2021
A doutora Luciana Souza compara duas radiografias de tórax diferentes de um paciente enquanto conversa com um colega de um hospital de campanha criado para tratar pacientes que sofrem da doença de coronavírus (COVID-19) em Guarulhos, São Paulo (Foto: REUTERS / Amanda Perobelli)
A doutora Luciana Souza compara duas radiografias de tórax diferentes de um paciente enquanto conversa com um colega de um hospital de campanha criado para tratar pacientes que sofrem da doença de coronavírus (COVID-19) em Guarulhos, São Paulo (Foto: REUTERS / Amanda Perobelli)

O Governo do Distrito Federal (GDF) selecionará servidores públicos aposentados e militares inativos para que atuem nas frentes de combate à pandemia.A ideia é preencher 250 vagas, sendo 30 para médicos clínicos, 20 para nefrologistas, 20 para intensivistas, 30 para fisioterapeutas, 50 para enfermeiros e 100 para técnicos em enfermagem.

A contratação será feita por meio de processo seletivo simplificado emergencial para formação de cadastro, e as inscrições vão de 24 a 28 de março por meio do site da Associação Organizadora de Concursos Públicos (AOCP). Não há cobrança de taxa de inscrição, e a divulgação do resultado preliminar será em 2 de abril.

As remunerações variam de R$ 2.892 ( técnico em enfermagem) a R$ 12.654 (médico). Fisioterapeutas e enfermeiros serão remunerados receberão R$ 6.110.

O governo do DF pretende, também, oferecer a ampliação da carga horária aos profissionais médicos, infectologistas e pneumologistas, além de enfermeiros, fisioterapeutas, técnicos de enfermagem, de laboratório e de radiologia que atuam nas emergências, unidades de tratamento intensivo (UTI's), unidades de cuidados intermediários e leitos de retaguarda da clínica médica.