PUBLICIDADE
Saúde
NOTÍCIA

Covid-19: Brasil registra 863 óbitos e 32.058 novos casos em 24h

O País tem 4.777.522 casos confirmados do novo coronavírus desde o início da pandemia e 142.921mortes

19:26 | 29/09/2020
Covid-19: Fiocruz amplia capacidade nacional de testagem (Foto: Peter Ilicciev/FioCruz)
Covid-19: Fiocruz amplia capacidade nacional de testagem (Foto: Peter Ilicciev/FioCruz)

O boletim diário do Ministério da Saúde, atualizado às 19 horas desta terça-feira, 29, revela que o Brasil registrou 4.777.522 casos confirmados do novo coronavírus desde o início da pandemia. Desse total, 142.921 dos casos resultaram em morte (2.9%). 10,5% dos pacientes estão em tratamento (499.513); e 86,6% dos brasileiros que contraíram covid-19 estão recuperados (4.134.088).

Nas últimas 24 horas, foram registrados 863 óbitos e 32.058 novos casos confirmados. Os casos são menores aos domingos e segundas-feiras pelas limitações de alimentação da base de dados pelas equipes das secretarias de saúde. Já às terças-feiras, o número tem sido maior pelo envio dos dados acumulados do fim de semana. As autoridades de saúde ainda investigam se outras 2.501 mortes foram provocadas por coronavírus.  

Onde há mais casos de Covid-19 no Brasil

*Casos acumulados desde o início da pandemia

São Paulo = 979.519

Bahia = 308.252

Minas Gerais = 292.291

Rio de Janeiro =263.699

Ceará = 239.497

Onde há mais mortes por Covid-19 no Brasil

São Paulo = 35.391

Rio de Janeiro = 18.388

Ceará = 8.950

Pernambuco = 8.222

Minas Gerais = 7.259

SP tem melhor terça-feira desde maio

Nas últimas 24 horas, o estado de São Paulo contabilizou 266 mortes e 6.377 casos do novo coronavírus. Com isso, o estado soma, até este momento, 35.391 mortes e 979.519 casos confirmados, desde o início da pandemia.

Às terças-feiras, por causa de um represamento de dados que ocorre nos finais de semana, o balanço de casos e de mortes costuma ser sempre maior, batendo até recordes. Mas hoje o balanço de mortes foi o menor já registrado para uma terça-feira desde o dia 26 de maio, quando foram registradas 203 mortes. Isso só foi interrompido no dia 8 de setembro, que se seguiu ao feriado prolongado de 7 de setembro, quando o registro foi de 53 mortes. Mas o balanço do dia 8 de setembro pode ter sido prejudicado com o represamento de dados ocorrido por causa do feriado. O dia que o estado de São Paulo mais registrou mortes em um único dia aconteceu em 13 de agosto, quando foram notificados 455 óbitos.

Do total de casos diagnosticados, 847.418 pessoas estão recuperadas, sendo 107.415 após internação. Há 9.076 pacientes internados em casos suspeitos ou confirmados do novo coronavírus, sendo que 3.954 deles estão em estado grave. A taxa de ocupação de leitos de unidades de terapia intensiva (UTI) é de 44,4% em todo o estado e de 42,9% na Grande São Paulo.