PUBLICIDADE
Saúde
NOTÍCIA

Coronavírus: não há indícios de transmissão do vírus por animais domésticos

A OMS informa que ainda não existem indícios de que animais domésticos transmitam coronavírus, mas que segue monitorando pesquisas científicas sobre o tema

Catalina Leite
13:53 | 17/03/2020
Apenas um caso de cão contaminado com Covid-19, com carga viral baixa, foi registrado.
Apenas um caso de cão contaminado com Covid-19, com carga viral baixa, foi registrado. (Foto: Noel Celis / AFP)

Enquanto o mundo está focado em evitar e retardar ao máximo a propagação do Sars-Cov-2, vírus da doença Covid-19, muitas pessoas estão confusas em relação aos animais domésticos durante a pandemia. Cães e gatos podem contrair ou transmitir o novo coronavírus?

A Organização Mundial da Saúde (OMS) ressalta que, apesar do caso pontual de um cachorro em Hong Kong infectado pelo Sars-Cov-2, não existem outros indícios de animais contaminados. Importante ressaltar que a carga viral do cão mencionado era bem baixo. Dessa forma, faltam evidências de que cães, gatos e qualquer outro animal doméstico possam transmitir o Covid-19.

Da mesma maneira, a organização menciona que a possível origem animal do Covid-19 ainda não foi confirmada. No começo do surto, suspeitou-se que o coronavírus tivesse surgido de morcegos e pangolins em um mercado de Wuhan, na China. "Coronavírus é uma grande família de vírus que são comuns em animais. Ocasionalmente, pessoas podem ser infectadas com esses vírus e espalhar para outras pessoas", explica a OMS. 

Ainda, não foram registrados outros casos de animais domésticos que tenham contraído o vírus e adoecido. Mesmo assim, a orientação da OMS é que tutores com sintomas de gripe e suspeita de coronavírus evitem contato exagerado com os animais e utilizem máscara ao tocá-los e ao cuidar das necessidades básicas dos pets. O objetivo é garantir a segurança tanto do tutor, quanto do bichinho.

Já em relação às suspeitas da origem do Covid-19 por alimentação, a organização de saúde sugere evitar consumir alimentos crus ou mal passados e praticar higiene alimentar ao cozinhar. Ou seja, limpar bem as mãos ao manusear os ingredientes e limpar bem frutas, verduras e carnes.

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >