PUBLICIDADE
Saúde
NOTÍCIA

Confira dicas de como manter a rotina de estudos das crianças durante isolamento

Especialistas destacam a importância de conscientizar as crianças sobre o coronavírus e manter a rotina de estudos delas durante a suspensão das aulas

Catalina Leite
12:03 | 17/03/2020
Aulas foram suspensas em escolas de 18 estados. No Ceará, escolas públicas e privadas suspenderam as aulas por pelo menos 15 dias, a partir desta terça-feira.
Aulas foram suspensas em escolas de 18 estados. No Ceará, escolas públicas e privadas suspenderam as aulas por pelo menos 15 dias, a partir desta terça-feira. (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Escolas públicas e particulares tiveram as aulas suspensas por pelo menos 15 dias a partir dessa terça-feira, 17, e de amanhã, 18. A decisão é uma estratégia para impedir a propagação do Sars-Cov-2, vírus causador da Covid-19, ao evitar aglomerações. Entretanto, o período de isolamento está longe de ser férias e exige responsabilidade e organização das famílias.

A pedagoga Josete Sales explica que é essencial que as crianças e adolescentes tenham consciência de que o momento é de recolhimento e proteção de si mesmo e dos outros. "Essa ideia de que eu me recolhendo estou protegendo ao outro também é o mais difícil e o mais importante que a gente tem que conscientizar", orienta.

A partir dessa conversa, os jovens compreenderão melhor a rotina a ser seguida nos dias que virão. De acordo com Josete, todos da casa devem acordar no horário costumeiro. O ideal é que as crianças estudem no mesmo período: se ia à escola matutina, que estude de manhã e vice-versa. "A escola tem que fazer uma programação de estudo. Que matérias e atividades devem ser revisadas e realizadas, as leituras que deverão ser feitas. Essa rotina a escola que programa e manda para pais e alunos".

Para os pais, fica a responsabilidade de acompanhar e apoiar os filhos durante os estudos. Isso não significa sentar do lado do jovem durante toda a manhã e fazer a atividade junto com ele, mas garantir um ambiente organizado e propício para o aprendizado. Assim, definir horários flexíveis - mas não relaxados -, orientar dúvidas e revisar deveres concluídos são algumas das funções dos adultos durante a rotina de estudo.

Por outro lado, nem sempre o cenário contribui para o acompanhamento dos pais. Muitos ainda precisarão ir ao trabalho e, provavelmente, as crianças terão de ficar em casa. É o momento de cultivar o senso de responsabilidade nos jovens e assistir o estudante por meio do celular.

"Os pais vão precisar dizer: bem, vocês estão em casa e eu, pai e mãe, estou impossibilitado de ficar. Mas todos nós temos tarefas a cumprir", sugere a pedagoga.

O blog Sampa com Criança criou um esboço de horário que pode ser adotado durante o período de isolamento das crianças em casa. É possível adaptar a realidade da sua família a partir do exemplo:

Sugestão de como definir rotina de estudos das crianças durante suspensão das aulas.
Sugestão de como definir rotina de estudos das crianças durante suspensão das aulas. (Foto: Reprodução/blog Sampa com Criança)

Rotina e como falar com crianças sobre o coronavírus

A psicóloga e doutora em Educação, Ticiana de Sá, comenta que a rotina é fundamental para as crianças. Ela estrutura a concepção de mundo delas e auxilia no processo de desenvolvimento. Por isso, o ideal é definir uma programação que defina as atividades de estudo, lúdicas e rotineiras. 

Outro ponto que a psicóloga menciona é a orientação das crianças sobre o que é o coronavírus para evitar ansiedade e pânico. Ela recomenda estar atento às informações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e reservar um momento para falar, com linguagem clara e objetiva, sobre a doença. É importante sempre utilizar informações verídicas, de fontes oficiais, e "ao mesmo tempo sensíveis", já que as crianças são principais vetores do Covid-19.

O uso de recursos lúdicos e o cuidado para explicar a relação criança-vírus é imprescindível para que os jovens não se sintam culpados pela pandemia, ao mesmo tempo que compreendam a importância da higiene pessoal e o cuidado com os avós. "Muitas delas acabam sendo cuidadas por avós. A gente tem estudos que os avós são os responsáveis primários nesse cuidado", relembra Ticiana.

Lazer

Mas o dia não pode ser apenas estudo. Crianças precisam exercitar a imaginação, e brincar é essencial para o desenvolvimento delas. Por isso, a pedagoga Josete Sales sugere que o dia também seja recheado com atividades lúdicas. Inclusive, momentos de cuidado com o corpo, a casa e até o jardim podem ser muito educativas e divertidas durante o isolamento.

A designer Estéfi Machado criou um pequeno livro com dicas de confecção de brinquedos feitos com materiais de casa e reciclados. A ideia é que os pais aproveitem o isolamento para criar momentos lúdicos com os filhos. Para conferir, é só acessar o site da designer e baixar o pdf com 40 brincadeiras.

Baixe livros lúdicos para explicar o coronavírus para as crianças

Blog Materiais Pedagógicos:

Livrinho Xô Coronavírus - Informativo e jogos

Flipbook - Como lavar as mãos

Mindheart

Covibook em 17 idiomas para crianças de 2 a 7 anos

Covibook em português BR para crianças de 2 a 7 anos

Acesse a cobertura completa do Coronavírus >