PUBLICIDADE
Saúde
atualização de cartilha

OMS retira transexuais de lista de doenças mentais e define vício em games como distúrbio

23:55 | 18/06/2018
(Foto: Bulent Kilic / AFP)
Foi publicado nesta segunda-feira, 18, mais uma atualização da Classificação Internacional de Doenças (CID-11) da Organização Mundial da Saúde (OMS). Nela, a OMS retira a transexualidade da lista de transtornos mentais. Até então, pessoas trans e travestis eram consideradas "equivalentes" a pedófilos e cleptomaníacos.

Na atualização, a CID-11 adicionou novos capítulos como o que trata de saúde sexual. Nessa área será englobada condicionamentos que eram categorizados de maneira desatualizada como por exemplo, incongruência de gênero, que na última versão se enquadrava em saúde mental.

O documento disponibilizado pela organização servirá de base para profissionais de saúde. A divulgação nesta segunda-feira, 18, é uma pré-visualização do original que será apresentado oficialmente em maio de 2019, na Assembleia Mundial da Saúde. As decisões estão previstas para entrar em vigor a partir de 2022.

Outras novidades do relatório

A OMS incluiu o distúrbios em games como desordem que pode "resultar em comprometimento significativo nas áreas de funcionamento pessoal, familiar, social, educacional, ocupacional ou outras". A inclusão do gaming disorder havia sido anunciada no começo de 2017.

No relatório, foram reduzidos e simplificados os termos para diagnóstico de estresse pós-traumático. O objetivo é tornar o diagnóstico mais simples e rápido.


Redação O POVO Online