Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Correção: sessão do Congresso é encerrada com votação de apenas um veto

15:50 | Out. 17, 2018
Autor -
Foto do autor
- Autor
Tipo Notícia

A matéria enviada anteriormente continha uma incorreção. O presidente do Congresso é o senador Eunício Oliveira (MDB-CE), e não Eunício Maia. Segue texto corrigido:

A sessão conjunta do Congresso Nacional realizada nesta quarta-feira, 17, foi encerrada logo após a apreciação de um único veto porque os parlamentares que estavam presentes começaram a ir embora ainda durante as discussões. Na pauta, outros vetos deveriam ter sido analisados também. A próxima sessão conjunta foi convocada para a semana que vem, na quarta-feira, 24.

Os deputados e senadores derrubaram o veto presidencial que proibiu o reajuste do piso salarial nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e dos Agentes de Combate às Endemias após acordo com o governo. A votação desta questão já aconteceu sobre protestos de diversos parlamentares que reclamaram da demora para a deliberação.

"Todo mundo tem agenda e compromissos aqui ou nos seus Estados. Estamos tendo forte pressão pelo segundo turno", afirmou o deputado Danilo Forte (PSDB-CE). Ele defendeu que os parlamentares votassem antes mesmo de o quórum ser atingido e que os votos fossem computados quando o número mínimo de deputados e senadores presentes fosse alcançado. De acordo com ele, isso liberaria os parlamentares para já voltarem a seus Estados no início desta tarde.

Assim, logo após a análise do primeiro veto, a sessão conjunta se esvaziou. Enquanto analisavam a próxima matéria, o veto de trechos da lei da informática, os partidos entraram em obstrução. O presidente do Congresso, senador Eunício Oliveira (MDB-CE), tentou manter a votação mas teve dificuldades até para encaminhar a votação ao chamar os líderes partidários para questionar a posição de cada sigla, prática comum nas votações. Ao chamar os partidos, não obteve resposta diversas vezes. "Está clara a obstrução da matéria. Vou encerrar a sessão", anunciou.

Os parlamentares que encabeçaram o movimento para encerrar a sessão, alegaram que a matéria era importante e que não se podia correr risco de apreciá-la com tão baixo quórum.

Agência Estado

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Rede pública estadual ganha 1.031 novos professores após posse

CONVOCAÇÃO DE PROFESSORES
23:18 | Ago. 02, 2021
Autor Marília Serpa
Foto do autor
Marília Serpa Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

Nesta segunda-feira, 2, novos 1.031 professores da rede pública estadual de ensino tomaram posse após serem chamados na segunda convocação de aprovados do último concurso da Secretaria da Educação (Seduc). A solenidade aconteceu de forma remota, contando com a participação do governador Camilo Santana, da Secretária de Educação Eliane Estela e de representante dos profissionais.

O Governo do Ceará programou para este mês de agosto outra convocação, com 60 vagas. A convocação dos 160 aprovados restantes será feita de forma gradual, a partir de vacância, de forma a não ferir a lei federal 173/2020. O concurso tem vigência até março de 2023.

“O professor tem a responsabilidade e o papel de transformar vidas, de dar aos jovens a oportunidade de sonhar. Agradeço e parabenizo a todos os educadores pela bela missão que têm, de fazer do mundo um lugar melhor, por meio da formação de pessoas”, declarou o governador aos empossados durante solenidade remota.

Atuação

No total, 155 municípios cearenses receberão os professores chamados na segunda convocação, que ficarão distribuídos em 549 escolas. A execução do cargo profissional para os educadores está marcada para esta quarta-feira, 4, por meio de uma oficina pedagógica virtual promovida por cada Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação (Crede) e Superintendência das Escolas Estaduais de Fortaleza (Sefor).

Os professores empossados atuarão nas 13 disciplinas do ensino médio. Ainda, serão exercidas atividades relacionadas à base diversificada do currículo, sendo Projeto Professor Diretor de Turma; Núcleo Trabalho, Pesquisa e Práticas Sociais (NTTPS); disciplinas eletivas (nas Escolas Estaduais de Ensino Médio em Tempo Integral – EEMTI) e outros componentes curriculares.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Ypiranga e Paraná empatam em 1 a 1 pela Série C

Esportes
23:08 | Ago. 02, 2021
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Ypiranga empatou em 1 a 1 com o Paraná, na noite desta segunda-feira (2) no estádio Durival Britto, e manteve a liderança do Grupo B da Série C do Campeonato Brasileiro.

Olimpíadas de Tóquio: Ana Patrícia e cearense Rebecca são eliminadas nas quartas do vôlei de praia

Jogos Olímpicos
23:08 | Ago. 02, 2021
Autor Gabriel Lopes
Foto do autor
Gabriel Lopes Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

As brasileiras Ana Patrícia e Rebecca (do Ceará) entraram em quadra na noite desta segunda-feira, 2, pelas quartas de final do vôlei de praia nas Olimpíadas de Tóquio. Elas tiveram pela frente as suíças Heidrich e Verge-Depre. As representantes do Brasil perderam por 2 sets a 1 e foram eliminadas da competição.

As suíças venceram o primeiro set por 21 a 19. No segundo, as brasileiras triunfaram por 21 a 18. Mas, no tie break, as representantes da Suíça triunfaram por 15 a 12.

Na semifinal, Heidrich e Verge-Depre enfrentam a dupla estadunidense Ross e Klineman, que passaram pelas alemãs Kozuch e Ludwig nas quartas.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Colégio dos Bombeiros conquista 86 medalhas em competições nacionais de Astronomia e Astronáutica

ACIMA DA MÉDIA
23:08 | Ago. 02, 2021
Autor Marília Serpa
Foto do autor
Marília Serpa Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Do 1º ano do ensino fundamental ao 2º ano do ensino médio, alunos do Colégio Militar do Corpo de Bombeiros do Ceará (CMCB) de todas as séries foram premiados nas maiores competições de Astronomia e Astronáutica do País. Ao todo, foram 86 medalhas conquistadas na Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA) e na Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG) de 2021.

Nos últimos cinco anos, 370 medalhas foram conquistadas por alunos do CMCB nas duas competições estudantis. Segundo o portal do Governo do Estado do Ceará, os números mostram um desempenho acima da média quando comparado com escolas das redes municipal, estadual e federal do Ceará, sendo compatível, ainda, com o de algumas escolas particulares mais tradicionais do Estado.

Por conta do desempenho positivo na OBA deste ano, 10 alunos foram convocados para a pré-seleção para as Olimpíadas Internacionais de Astronomia. Com isso, somam-se 36 convocações a estudantes do CMCB nos três anos anteriores.

Preparação

O processo de preparação dos alunos foi feito à distância por conta do contexto de pandemia pelo novo coronavírus. As aulas aconteceram via Google Meet, ferramenta de comunicação por vídeo, além do canal AstronomicaMENTE, criado em março do ano passado com a finalidade de dar continuidade às atividades pedagógicas voltadas para a disciplina de astronomia na escola.

“Decidi pegar o programa da OBA e adotá-lo como referência. Passei a trabalhar com aquele conteúdo focado na olimpíada, que acontece em maio. Então, passamos a desenvolver um projeto que pega o início do ano e foca até maio na OBA, já que é um programa de introdução à astronomia e casava perfeitamente com o que a gente precisava”, explica o professor Romário Fernandes, professor de astronomia do Colégio do Corpo de Bombeiros do Ceará.

Os encontros ocorriam tanto de forma síncrona, por meio de lives, quanto assíncrona por meio de vídeos curtos, gravados com o foco voltado para temas específicos que possibilitaram consulta do aluno em qualquer ocasião. A aluna Isabele Estrela, uma das 86 medalhistas e que está cursando o 2º ano do Ensino Médio, começou a estudar astronomia desde o 7º ano do Ensino Fundamental, possuindo quatro medalhas de ouro e uma de prata até o momento. Ela precisou se preparar para a OBA durante o período de pandemia.

“A gente se dedica a alguns projetos, mas sempre do começo do ano até a execução da prova, a OBA é o principal, tendo aulas semanais no contra turno e dedicando parte do tempo de estudo à astronomia. Quanto à pandemia, inicialmente foi bem difícil se adaptar, principalmente pela falta do convívio, mas com o tempo vim percebendo uns benefícios dos quais vou sentir falta no EaD, que seriam ter mais liberdade para fazer minha própria rotina de estudos e até dedicar mais tempo a matérias extracurriculares, como a astronomia”, explica a jovem.

Outra aluna medalhista, que cursa o 9º ano do Ensino Fundamental e possui duas medalhas de ouro e uma de prata, é a adolescente Helen da Silveira. Ela conta que prefere o ensino presencial por questão de foco e de poder tirar as dúvidas de forma mais efetiva quando precisa. "No começo foi um pouco difícil, pois era uma coisa totalmente nova e tive que me adaptar, mas foi um processo rápido. Não é novidade as aulas online não serem tão boas quanto as presenciais, principalmente por causa da questão da concentração, mas sempre que eu não conseguia entender os conteúdos dados na aula, eu procurava outras formas de aprender, como as vídeos-aula no YouTube, que foram e ainda são super úteis", explica.

Como resultado do ouro conquistado neste ano na OBA, Helen atribui que a principal fonte de preparação veio do professor Romário: "As aulas e as atividades do professor Romário foram as minhas principais fontes de estudo para a OBA", completa.

Disciplina curricular

Desde 2016, o Colégio Militar do Corpo de Bombeiros (CMCB) possui uma disciplina curricular obrigatória de astronomia na grade curricular do Ensino Fundamental 2. Por conta disso, a escola tem recebido, nos últimos cinco anos, resultados relevantes nas diferentes competições estudantis relacionadas à matéria.

"A gente coloca os alunos para fazer foguetes de garrafa pet, onde o desafio é fazê-lo voar o mais longe possível, só usando bomba de encher pneu de bicicleta e água, onde eles conseguem fazer o lançamento de 100 e até 200 metros. Isso exige todo um estudo, uma coisa bem mais prática", explica o professor.

Além disso, os alunos já participaram de concurso de redação e de desenho com temática astronômica, onde são desenvolvidos projetos diferentes que visam trabalhar astronomia sob diversos primas, exigindo diversos tipos de habilidades. A disciplina é obrigatória no o 7º ano do ensino fundamental, onde, após isso, fica a critério do aluno continuar ou não aprendendo a temática.

"A coisa é tão instigante e atrai tanto os alunos que a partir do 8º ano tem astronomia quem quer. Eu tenho alunos no 2º ano do ensino médio que nunca deixaram de participar e de estarem ligados ao projeto", completa Romário.

Além das 334 medalhas na OBA e das 36 na MOBFOG, o CMCB obteve 32 condecorações na Olimpíada Nacional de Ciências, bem como dois prêmios nacionais no Concurso Astronomia em Mãos, um prêmio nacional no Concurso de Astronomia para Estudantes do Laboratório Nacional de Astrofísica e uma menção honrosa na Eratosthenes Photo Competition, promovida pela Ellinogermaniki Agogi.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Instagram apresenta instabilidade nesta segunda-feira, 2

Brasil
22:55 | Ago. 02, 2021
Autor Isabela Queiroz Especial para O POVO
Foto do autor
Isabela Queiroz Especial para O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Noticia

O Instagram apresentou instabilidade nesta segunda-feira, 2. De acordo com relatos, vários usuários tiveram dificuldade para publicar fotos, vídeos e enviar mensagens. A mensagem “tente novamente mais tarde” aparecia ao tentar usar o aplicativo.

O site DownDetector, que coleta relatos de falhas em serviços, registrou mais de 400 reclamações de instabilidade do Instagram no Brasil por volta das 17h39min (horário de Brasília).

Instagram apresenta instabilidade na tarde desta segunda-feira, 2, no Brasil.
Instagram apresenta instabilidade na tarde desta segunda-feira, 2, no Brasil. (Foto: Reprodução/Downdetector)

No Twitter, o assunto esteve em alta nesta tarde. Usuários relatam ter recebido a mensagem: “limitamos a frequência com que você pode realizar certas ações no Instagram, como curtidas, para proteger nossa comunidade”.


Em nota enviada ao site Tecnoblog, o porta-voz do Facebook informou: “Sabemos que algumas pessoas estão tendo problemas para postar e visualizar conteúdo no Instagram. Estamos trabalhando para que tudo volte ao normal o mais rápido possível e pedimos desculpas por qualquer inconveniente".

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags