Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Bolsonaro compara presidente eleito da Colômbia a Lula: "Soltar todos os meninos presos"

Gustavo Petro fez discurso pedindo a libertação de jovens presos durante as manifestações no país entre 2019 e 2021

O presidente Jair Bolsonaro (PL) criticou o discurso feito por Gustavo Petro, presidente eleito na Colômbia, para a soltura dos jovens presos durante as manifestações que ocorreram no país entre 2019 e 2021. Bolsonaro ainda comparou a fala do novo líder colombiano a uma declaração do ex-presidente Lula feita em 2018.

"Quanta gente morreu, quanta gente está presa hoje, quantos jovens algemados, tratados como bandidos só porque tinham esperança, só porque tinham amor. Peço ao procurador-geral da nação que liberte a nossa juventude", disse Petro após sua vitória nesse domingo, 19.

Os protestos na Colômbia geraram acusações contra os agentes de Estado. Foram contabilizados mais de 60 mortos, sendo 59 civis. Em conversa com apoiadores nessa segunda, 20, Bolsonaro comentou a fala de Petro.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"Vocês viram o discurso do novo presidente da Colômbia? ‘Soltar todos os meninos presos, todos’. O Lula vai soltar os menininhos que mataram alguém por um celular para tomar uma cerveja", declarou. O discurso foi divulgado por um canal bolsonarista na internet. 

A referência ao ex-presidente da aconteceu porque em 2018 Lula fez a seguinte declaração: "Não posso ver o aumento do número de gente dormindo na rua. Não posso ver o aumento do número de mulheres jovens vendendo o corpo a troco de um prato de comida. Não posso ver mais jovem de 14 e 15 anos assaltando e sendo violentado, assassinado pela polícia, às vezes inocente ou porque roubou um celular".

Gustavo Petro foi eleito presidente da Colômbia neste domingo, 19. A vitória foi decidida em segundo turno. Petro é ex-prefeito de Bogotá, capital da Colômbia, e ex-guerrilheiro. Ele disputou as eleições contra Rodolfo Hernández, candidato populista da direita do país. É a primeira vez na história da Colômbia que a esquerda vence as eleições presidenciais. 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar