Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Lupi rebate Evandro: "Desrespeitoso é chegar atrasado, ficar meia hora e ir embora"

Após ser alvo de protesto do deputado por postura pró-Roberto Cláudio, presidente nacional do PDT disse "viver em uma democracia e ter direito a opinião"

O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, rebateu na noite desta quinta-feira, 16, críticas que recebeu do deputado estadual cearense Evandro Leitão (PDT), presidente da Assembleia e um dos quatro pré-candidatos do partido ao Governo do Ceará.

Conforme matéria do O POVO desta quinta-feira revelou, Leitão divulgou nota em grupos de WhatsApp da sigla criticando manifestações de Lupi em defesa da pré-candidatura do ex-prefeito Roberto Cláudio (PDT) a governador. Na mensagem, o deputado se diz “indignado” pela postura, que classificou como “inoportuna” e “desrespeitosa”.

Após a repercussão do caso, Lupi procurou a reportagem para responder à declaração: “Inadequado e desrespeitoso é o deputado Evandro Leitão, que mesmo sendo do PDT, chegou ao encontro do partido atrasado, ficou cerca de meia hora e foi embora. Independente de ser o presidente nacional do PDT, vivemos em uma democracia e tenho direito de manifestar minha opinião”, declarou o presidente do PDT.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Evandro Leitão, por sua vez, fez tréplica à declaração de Lupi. Desta vez, no entanto, optou por colocar "panos quentes" na situação. “Não entrarei nesse jogo de desagregação que querem plantar no PDT no Ceará. Nosso projeto aqui não permite isso", disse. 

Em ato do PDT realizado nesta quarta-feira, 15, em Fortaleza, Lupi fez uma série de elogios a RC enquanto presidia a mesa do evento. Em um dos momentos, ele chegou a cantar uma canção que dizia “o melhor prefeito do Brasil vai virar governador”. A ação foi mal vista por pedetistas cearenses, uma vez que o partido possui outros três pré-candidatos ao cargo.

Quem iniciou os protestos contra Lupi foi o próprio Evandro Leitão, que também é um dos nomes na disputa pela indicação no partido. “Não poderia deixar de expressar minha indignação pelo comportamento inoportuno e desrespeitoso do presidente nacional do nosso partido, sr. Carlos Lupi, que vem ao nosso Ceará e desrespeita o democrático processo de escolha de nosso candidato ao Governo”, disse.

O desabafo acabou provocando uma série de respostas de deputados estaduais, que aproveitaram tanto para demonstrar solidariedade ao colega quanto para cobrar uma definição sobre quem será o candidato do partido. "É por essas e outras manifestações que esse processo ficou desgastado e precisa ser repensado, do jeito que vai só nos prejudica", diz o deputado Tin Gomes (PDT). "Candidato já!", continua o deputado.

O deputado estadual Osmar Baquit (PDT) também defendeu o colega, classificando postura de Lupi como "inaceitável". "O momento era oportuno para demonstrar nossa unidade. O que aconteceu foi lamentável", disse, destacando ainda que o senador Cid Gomes (PDT) "saberá agir de maneira democrática" no caso.

Outros deputados, como Salmito Filho (PDT), Oriel Nunes Filho (PDT), Jeová Mota (PDT), Sérgio Aguiar, Guilherme Landim (PDT) e Romeu Aldigueri (PDT) também se manifestaram em defesa de Evandro. "O momento é de construção (...) estou muito preocupado com o rumo que o processo está tomando pois está mais dividindo que agregando. Arestas e conflitos desnecessários devem ser evitados", disse Aldigueri.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar