Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Triplex do Guarujá, pivô de processo contra Lula, é sorteado; veja quem ganhou

De propriedade atribuída ao ex-presidente Lula, o triplex do Guarujá levou à condenação do petista a nove anos e seis meses de prisão em julho de 2017

O triplex do Guarujá, peça-chave para a primeira condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) petista no âmbito da Operação Lava Jato, foi sorteado neste sábado, 28. Segundo a plataforma Pancadão, responsável pela campanha promocional e sorteio, o vencedor foi Antonio Tarcísio.

"Já entramos em contato com o novo dono do triplex. Ele não está se contendo de felicidade. Em breve ele vem contar para vocês qual a sensação de ganhar o triplex mais famoso do Brasil!", afirmou a plataforma em sua rede social. Para participar do sorteio, era necessário pagar uma assinatura mensal de R$ 19,99 no site do Pancadão.

O imóvel no litoral paulista foi arrematado, primeiramente, pelo empresário Fernando Gontijo em 2018 em um leilão pelo valor mínimo estipulado no edital, de R$ 2,2 milhões. O lance do empresário foi o único a ser oficializado. Em abril deste ano, o apartamento chegou a ficar disponível para aluguel na plataforma AirBnb e, agora, deve mudar de dono.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Ao Estadão, o empresário afirmou, em dezembro do ano passado, ter fechada parceria com a plataforma Pancadão para fazer uma campanha promocional com o sorteio de diversos itens - como automóveis e TVs -, sendo que o prêmio máximo seria o triplex.

De propriedade atribuída ao ex-presidente Lula, o triplex do Guarujá levou à condenação do petista a nove anos e seis meses de prisão em julho de 2017. Lula sempre negou ser dono do imóvel. A sentença foi anulada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que não reconheceu a competência da 13ª Vara Federal de Curitiba para os processos envolvendo o ex-presidente. O Ministério Público Federal (MPF) reconheceu a prescrição do caso e se manifestou à Justiça Federal de Brasília pelo arquivamento da ação contra Lula.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar