Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Izolda se reúne com líderes partidários a dois meses das convenções

Na última semana, governadora esteve com lideranças do PSDB, PSD e MDB. Entre 20 de julho e 5 de agosto, partidos realizam convenções nas quais oficializarão seus representantes para a eleição de outubro

A governadora do Ceará, Izolda Cela (PDT), vem se reunindo com parlamentares, prefeitos e dirigentes partidários que fazem parte da base aliada, dentre eles Tasso Jereissati (PSDB), Eunício Oliveira (MDB), Domingos Filho (PSD).

Os encontros ocorrem a dois meses do início do prazo das convenções partidárias, eventos previstos no calendário eleitoral entre os dias 20 de julho e 5 de agosto e nos quais as legendas oficializarão seus representantes para as eleições de 2022.

Nas redes sociais, a pedetista publicou fotografias dos encontros com as lideranças partidárias realizados na última sexta-feira, 20 de maio.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

“Além de deputados e prefeitos, tenho conversado com representantes dos partidos que fazem parte da aliança que ajuda a governar o Ceará. Ontem recebi o presidente estadual do MDB, Eunício Oliveira, e o presidente estadual do PSD e ex-vice-governador, Domingos Filho, que esteve acompanhado da prefeita de Tauá, Patrícia Aguiar, sua esposa”, escreveu em uma das publicações.

Com o senador Tasso, a gestora disse ter conversado sobre “a conjuntura econômica e política do País”, além das ações realizadas no Estado e os desafios pela frente.

O PSDB deve repetir apoio ao PDT neste ano, como fez na campanha de José Sarto (PDT) à Prefeitura de Fortaleza. O PSD pleiteia uma indicação à vice-governadoria na chapa pedetista e o MDB é um aliado estratégico, disputado nacionalmente por petistas e pedetistas.

Recentemente, a governadora também esteve com o deputado federal André Figueiredo (PDT-CE), presidente estadual da legenda. Ela agradeceu a “todos que têm contribuído”. A governadora tem buscado se fortalecer dentre os pré-candidatos do PDT que pleiteiam a nomeação para concorrer ao governo estadual nas eleições de outubro deste ano.

Além dela estão no páreo o ex-prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio, o presidente da Assembleia Legislativa, Evandro Leitão, e o deputado federal e ex-secretário estadual Mauro Filho.

Para além da articulação com aliados, Izolda tem intensificado anúncios e entregas da gestão. A chefe do Executivo estadual também tem assumido papel de protagonismo em processos como o litígio territorial entre Ceará e Piauí que corre no Supremo Tribunal Federal (STF) e que pode afetar ao menos 13 municípios na região da serra da Ibiapaba.

LEIA MAIS: O que é litígio e como a disputa afeta o Ceará e o Piauí

No início deste mês, ela informou que solicitaria uma audiência junto ao STF para discutir a polêmica e defender os interesses do Estado. A pedetista tem se reunido com deputados estaduais, membros do Comitê de Estudos de Limites e Divisas Territoriais do Ceará da Assembleia Legislativa (Celditec), e acompanha o caso junto a um corpo técnico.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar