Participamos do

RJ: Justiça decreta prisão de agente socioeducativo acusado de estupro

19:51 | Mai. 09, 2022
Autor Agência Brasil
Foto do autor
Agência Brasil Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Justiça do Rio de Janeiro decretou a prisão preventiva de um agente socioeducativo acusado de estupro em unidade de internação feminina de adolescentes do Departamento Geral de Ações Socioeducativas do estado (Degase).

Ele responde por diversos crimes de estupro de vulnerável contra internas na unidade Professor Antonio Carlos Gomes da Costa, na Ilha do Governador, na zona norte da cidade do Rio, em 2021.

A decisão foi tomada pelo 6º Juizado Especial da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da Capital. Outro agente denunciado pelo crime já está preso.

A investigação começou a partir de denúncias feitas por internas adolescentes, que relataram ter sido submetidas a uma rotina de violência sexual dentro da unidade.

Depois das denúncias, a cúpula do Degase foi afastada pelo secretário estadual de Educação, Alexandre Valle, em julho do ano passado.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar