Participamos do

Secretária de Limoeiro do Norte denuncia fake news envolvendo seu nome e conteúdo obsceno

Juliana Lucena se manifestou pelas redes sociais afirmando que não havia perdido seu aparelho celular e, com indignação, deixou claro que não vai deixar este caso passar impune
16:26 | Mar. 24, 2022
Autor Marcelo Teixeira
Foto do autor
Marcelo Teixeira Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Juliana Lucena, secretária municipal de Governo de Limoeiro do Norte e advogada, sofreu ataques por meio de fake news e teve seu nome ligado a conteúdos de teor obsceno na última semana. Os boatos iniciaram a partir da hipótese de que a advogada teria perdido o aparelho celular e que, nele, estariam armazenados vídeos com caráter sexual.

O conteúdo divulgado a partir do suposto aparelho não corresponde a Juliana. São pessoas que possuem características físicas distintas da secretária de Limoeiro.

“Criar fake news e repassar, compartilhar esse tipo de notícias falsas, é crime. Eu não vou me calar e não vou fazer isso só por mim, vou fazer por centenas de mulheres que têm suas vidas expostas ou sofrem com notícias falsas”, falou em vídeo.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Juliana se manifestou pelas redes sociais afirmando que não havia perdido seu aparelho celular e, com indignação, deixou claro que não vai deixar este caso passar impune.

O que diz a legislação
Foi aprovado neste mês no Senado Federal, o projeto que aumenta em um terço as penas de crimes contra a honra (calúnia, injúria e difamação) cometidos contra mulheres. O PL 3.048/2021 é de autoria da senadora Leila Barros (Cidadania-DF) e segue para votação na Câmara dos Deputados.

Juliana protocolou uma notícia crime para apurar quem são os responsáveis e garantir que o fato não passe sem ser punido.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Leia Mais.

Aceitar