Participamos do

Bolsonaro foi pescar próximo a ilha de cobras supervenenosas em São Paulo

Distante 35 quilômetros da costa, o lugar é popularmente conhecido como "Ilha das Cobras" por ser um dos locais com a mais alta concentração de serpentes no planeta
10:40 | Dez. 23, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O presidente brasileiro Jair Bolsonaro (PL) foi visto em um barco na última terça-feira, 21, pescando próximo à Ilha da Queimada Grande. Distante 35 quilômetros da costa paulista, entre os municípios de Itanhaém e Peruíbe, o lugar é popularmente conhecido como “Ilha das Cobras” por ser um dos locais com a mais alta concentração de serpentes no planeta.

A ilha é o único habitat da jararaca-ilhoa, uma das cobras mais perigosas já registradas. É considerado ainda o segundo maior reduto de serpentes no mundo, com cerca de 45 delas por hectare. Apesar disso, poucos acidentes são registrados na ilha, que recebe praticamente apenas pesquisadores em seu território.

Bolsonaro esteve na região do Guarujá, hospedado nas instalações do Forte das Andradas desde a última sexta-feira, 17. Na comitiva que se dirigiu às proximidades da ilha das cobras, estavam também o ministro da Educação, Milton Ribeiro, e o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags