Participamos do

Governo Bolsonaro quer construir memorial para policiais mortos em serviço

O monumento já tem autorização do Iphan para ser construído em Brasília
15:16 | Dez. 13, 2021
Autor Alice Araújo
Foto do autor
Alice Araújo Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O Governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) está planejando construir um monumento em memória aos agentes públicos mortos em serviço, em especial aos policiais. A homenagem se chamará “Memorial Heróis do Brasil” e já tem a construção autorizada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

De acordo com o projeto, o monumento será um "elemento arquitetônico de baixo impacto visual e significativo valor simbólico" e deve ser erguido ao lado do Espaço Oscar Niemeyer e próximo ao Bosque dos Constituintes. O objetivo da obra é "permanente homenagem aos agentes públicos falecidos em serviço, sobretudo em ações de segurança pública no país".

A ideia do monumento vem sendo trabalhada desde 2019 por um grupo de nove pastas ministeriais, criado por um decreto de Bolsonaro. A autorização foi solicitada ao Iphan em dezembro do mesmo ano, pois o local é tombado. O Instituto concedeu autorização após analisar que "a proposta de intervenção se insere de forma discreta, se integra à paisagem e não perturba a ambiência e visibilidade dos bens em seu entorno" e que a mantém a "característica cívica e simbólica do local".

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O Iphan recomendou não "eliminar vegetação existente, de forma a manter a característica de bosque público". Contudo, a construção não foi iniciada e o projeto ficou estagnado por dois anos, justamente o prazo que o Instituto havia dado para a pedra fundamental ser estabelecida.

Com a construção, a homenagem aos policiais deverá ser composta por uma base de concreto, onde ficariam placas com nomes dos homenageados. Na base, haverá uma escultura com a silhueta de "um agente público de segurança", em posição de continência virado para a bandeira do Brasil que fica hasteada na Praça dos Três Poderes.

*As informações são do jornal O Globo

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags