Participamos do

Assembleia aprova empréstimo de 150 milhões de dólares para recuperação de rodovias no Ceará

Por meio da contratação de financiamento junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), a expectativa é realizar a qualificação de cerca de 406 km de rodovias e a pavimentação de 55 km de novos trechos
16:05 | Nov. 24, 2021
Autor Filipe Pereira
Foto do autor
Filipe Pereira Repórter de Política
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Os deputados da Assembleia Legislativa do Ceará aprovaram, nesta quarta-feira, 24, de forma consensual, o projeto de lei que autoriza o Governo do Ceará a realizar o Programa de Qualificação da Infraestrutura Rodoviária Estadual - InfraRodoviária Ceará, que prevê a qualificação de trechos degradados e a pavimentação de novas rodovias. A ação deve ser feita por meio da contratação de financiamento junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) do valor de 150 milhões de dólares. 

De autoria do Executivo, o texto considera que cerca de 766,6 km de rodovias - equivalentes a 9,2% da malha viária pavimentada - estão classificadas na faixa de "ruim a péssimo". A realidade, segundo a mensagem, deve-se à dimensão da malha viária e o contínuo processo de desgaste dos pavimentos, "decorrente do crescimento econômico do estado e do aumento do trânsito de veículos nas rodovias estaduais", indicando a necessidade de qualificação das rodovias para suportar o tráfego existente.

"Os investimentos em infraestrutura são essenciais para melhorar a qualidade das rodovias, oferecendo mais segurança viária para a população e celeridade para o transporte de mercadorias pelas estradas estaduais. O Estado já investiu R$ 2 bilhões em requalificação, duplicação e restauração das rodovias estaduais desde 2015. Mais de 2 mil quilômetros de obras concluídas", disse o líder do governo na AL, deputado Júlio César Filho (Cidadania).

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A expectativa é realizar a qualificação de cerca de 406 km de rodovias e a pavimentação de 55 km de novos trechos, projetando a melhoria da situação da malha viária, que passará de 73,9% para 79,3% de trechos em boa situação e reduzirá de 9,2% para 3,8% os trechos ruins ou em péssima situação.

Também em defesa da segurança viária, o projeto define que o InfraRodoviária Ceará será responsável ainda pela implementação de medidas indicadas por meio da avaliação de riscos em rodovias utilizando a metodologia iRAP ( International Road Assessment Programme), hoje considerada padrão internacional em segurança de rodovias incluída no Programa Viário de Integração e Logística.

Para o deputado Guilherme Sampaio (PT), a infraestrutura viária do estado continua sendo o suporte logístico de maior impacto para a economia local. "Os investimentos que serão viabilizados através desses recursos proporcionarão mais segurança e qualidade à malha viária, compondo com as demais intervenções na infraestrutura produtiva do estado, a base que tem feito do Ceará um dos estados com maior capacidade de atração de investimentos, associada ao primeiro lugar em investimento público no Brasil", disse. 

"Investir na melhoria da infraestrutura traz mais segurança aos cearenses e é essencial para o escoamento da produção. É, portanto, um grande passo para o desenvolvimento do nosso Estado que, assim como tantos outros, a Assembleia Legislativa tem apoiado", disse o presidente da AL, deputado Evandro Leitão (PDT). 

O deputado Carlos Felipe (PCdoB) pediu ainda que o governo promovesse a correção das curvas em pontos críticos no Ceará. "Esses incidentes são repetidos nas mesmas áreas, acho que cabe dessa vez não só a melhoria do pavimento", afirmou o parlamentar. Ele se uniu à fala o deputado Renado Roseno (Psol) e defendeu ainda que a iniciativa se atente para os impactos sociais das obras a serem implantadas. 

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente