Participamos do

Apoiador de Bolsonaro cita Hitler como exemplo na educação infantil e presidente não refuta

Ao ser questionado pelo apoiador sobre seguir exemplo de Hitler, Bolsonaro disse que gostaria de implementar educação moral e cívica, disciplina que existiu no Brasil durante o regime militar
11:22 | Nov. 23, 2021
Autor Rose Serafim
Foto do autor
Rose Serafim Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Um apoiador do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) usou o ditador da Alemanha nazista Adolf Hitler como exemplo a ser adotado na educação infantil durante conversa com o mandatário brasileiro. O episódio ocorreu nesta segunda-feira, 22, no Palácio da Alvorada, em Brasília. Em vez de dissuadir o apoiador da ideia, Bolsonaro apenas afirmou que gostaria de implantar educação moral e cívica “imediatamente”.

"A gente via que Hitler trabalhava muito com as crianças. Nosso Ministério da Educação já poderia estar fazendo também um trabalho com as crianças para voltar à conscientização?", questiona o apoiador de Bolsonaro.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Que obtém do presidente a justificativa de que “não consegue”, pois “tem ministério é um transatlântico”.

“Não dá para dar um cavalo de pau. Eu gostaria de imediatamente botar educação moral e cívica, um montão de coisas lá, coisas que são boas. Eu ouvi outro dia, tive o saco de ouvir, uns 10 minutos, duas mulheres... Podiam ser dois homens...mas que não sabiam nada. Elas não sabiam nem o que era Poder Executivo. Coisas absurdas que são comuns", disse o chefe do Executivo.

A educação moral e cívica, mencionada por Bolsonaro, foi implantada no Brasil em 1969 em todas as modalidades e níveis de ensino. A disciplina servia para orientar brasileiros segundo as ideias defendidas pela ditadura militar.

Já Adolf Hitler, citado como exemplo pelo bolsonarista, foi o líder do nazismo e ditador da Alemanha de 1933 a 1945. Com a adoção da teoria racista do arianismo, Hitler defendeu o veto à diversidade étnica no território alemão, o que levou à morte cruel de pelo menos seis milhões de judeus no chamado Holocausto.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags